quarta-feira, novembro 24, 2004

Futebol Assexuado

Boa tarde!
Esta é a primeira vez que aqui apareço, e pelos vistos a primeira mulher, por isso tenho de escrever algo interessante para defender a minha primeira vez e a primeira vez feminina neste blog.
Sou sportinguista e adepta de futebol, por isso nada melhor que escrever sobre ele, mas na vertente feminina.
Nos dias de hoje em que o futebol é um desporto que move massas em todo o mundo, vemo-lo completamente associado a homens, a um desporto masculino, com jogadores tornados figuras públicas, com grandes exposiçoes sociais, com a loucura desportiva elevada ao mais alto nível, e todos se esquecem das mulheres. Quem disse que o futebol era desporto de homens? Se é desporto, não tem sexo, mas sim qualidade e quem disse que mulheres a jogar futebol não podem transpor a mesma qualidade que os homens?
Pois bem ninguém disse nada disto mas cada vez mais se vê as mulheres deportadas para o esquecimento, lutando por espaços e financiamentos, enquanto os homens até camionetas de clubes já ganham em tribunal por terem sido lesados no passado.
Em Lisboa, temos uma distrital onde jogadoras jogam futebol com garra e mostram o que as mulheres tambem podem fazer em campo.
Já vão na 6ª jornada, e golos e exibições de luxo não têm faltado. A equipa feminina do Benfica vai em primeiro, enquanto que para mim uma das melhores desta distrital o Chassa está em 5º lugar, apesar das boas exibições e dos muitos golos marcados, mas mesmo assim jogadoras como Claudia ou Carla Bento são meras senhoras ao lado de Saborosas ou Ronaldos.
Se formos bem a ver existem tantas modalidades que apoiam as mulheres no desporto, como o andebol ou hoquei, se formos a Espanha até na TV dão jogos de futsal feminino, e aqui nem uma liga nacional de Futsal existe,é simplesmente vergonhoso.
Querem crescer como país mas quando toca a apoiar e a patrocinar futebol feminino, dizem apenas que faz-se o que se pode (no futebol masculino tambem se faz o que se pode mas com a diferença de alguns milhoes).
Não quero de todo fazer-vos pensar que estou com uma visão de raiva para com os homens muito pelo contrário gosto bastante de vocês, mas se temos bons talentos e mulheres que tem o mesmo gosto que os homens porque não aproveitá-las e tentar dar pelo menos mais mediatismo a um desporto que cada vez mais mulheres praticam.
Afinal o futebol não tem nenhuma cláusula a dizer que so pode ser jogado por machos por isso é como todos os outros desportos .....Assexuado!
Beijinhos**

1 comentário:

Anónimo disse...

Ola "colega" bloguista, bem vinda.
Nao queiras comparar um jogo q começou a ser jogado masculinamente no sec.XIX por homens e para homens, rude de encontroes, de palavroes, de cuecas e camisola interior, sim pq naquela altura uma pessoa para parecer minimamente vestida tinha de trazer todo o corpo coberto e muitas vezes nao so com uma peça de roupa (exemplo: casaco mais colete, mais camisa, mais camisola interior, isto so da cintura para cima, nos homens), com o futebol feminino q se pratica desde ha algumas decadas atras, no mundo. Nao podes esperar q as mulheres com meia duzia de anos comecem a ser faladas como os jogadores masculinos, um dia talvez se equipare, mas nao tao cedo, ate pq eu como adepto incondicional de desporto e futebol, sinceramente pelo q vejo de futebol feminino (futebol 11 e futsal) mesmo a nivel da selecçao (ja cheguei a ir a Setubal ver a selecçao de femininos) nao aprecio muito pq a tecnica é muito rudimentar e por isso mesmo nao puxa patrocinios e nao eleva as jogadores ao nivel de "estrelas", epitetos q sao apanagio do universo futebolistico masculino, por enquanto.
É como te digo, se nao ha qualidade (por enquanto), nao ha publico, se nao ha publico nao se investe, se nao se investe nao se criam condiçoes, ou seja por isso nao ha um campeonato nacional de futsal por exemplo, mas ja o tens ha muitos anos em futebol 11 por exemplo. Alem de q as mulheres q gostam do desporto ou o suportam sao, em Portugal, uma percentagem muito pequena. Exemplos disso sao as discussoes constantes de casais do tipo: "sempre bola, so dá bola...", "so gastam dinheiro" ou ainda "22 malucos a correr atras de uma bola", mas das infinitas telenovelas nao se queixam. Infelizmente é isto q eu oiço a maioria das vezes qd estou ao pe de uma mulher seja nde for e houver uma televisao q tenha o "azar" de transmitir um jogo.
Nao te vou maçar mais com o meu "contra-ataque", nao é esse o obectivo nem nada parecido.
Fica bem, aparece.