sábado, dezembro 31, 2005

O 11 dos nossos Atacantes...

Agora que chegamos ao fim do ano de 2005, e depois de todos os Balanços realizados, os nossos Atacantes lançaram os melhores 11 iniciais para cada um deles no que respeita a esta quase primeira volta da Superliga Portuguesa:

Atacantes do Benfica:

NSC
Guarda redes: Vítor Baía
Defesas: Nelson, Luisão, Anderson, Miguelito
Médios: Petit, Lucho González, Quaresma, Simão
Avançados: Nuno Gomes e Liedson.

PRM
Guarda redes: Vitor Baia
Defesas: Miguelito, Luisão, Anderson, Nelson
Medios: Simão, Lucho, Benachour, Quaresma
Avançados: Nuno Gomes e Marcel



Atacantes do Porto:


João Ribas
Guarda redes: Moretto
Defesas: Nélson, Miguelito, Auri, Nunes
Médios: Dembéle, Ricardo Quaresma, «Lucho» Gonzalez
Avançados: Nuno Gomes, Marcel e Lisandro Lopez



Atacantes do Sporting:


Beto
Guarda redes: Vítor Baía
Defesas: Rogério, Anderson, Nem, Jorge Luiz
Médios: Petit, Lucho, João Moutinho, Simão e Quaresma
Avançados: Liedson.

Flopmg
Guarda redes: Moreto
Defesas: Rogerio, Luisão, Tonel, Jorge Luiz, Petit,
Médios: João Moutinho, Lucho Gonzalez e Quaresma
Avançados: Nuno Gomes e Liedson



Atacantes do Estrela da Amadora:


Estrela
Guarda redes - Diego
Defesas – Tony, Miguelito, Anderson e Luisao
Medios - Paulo Assunção, Coutinho, Lucho Gonzalez , Manu e Quaresma
Avançados - Hugo Almeida




Atacantes da União de Leiria:


P9
Guarda redes: Vitor Baia
Defesas: Jorge Luiz, Luisão, Ricardo Rocha e Miguel
Medios: Simao, Rochemback, Costinha e Ze Manuel
Avançados: Liedson e Meyong





Atacantes do Belenenses:


Carlos Figueiredo
Guarda redes: Moreto
Defesas: Jorge Luiz, Nunes, Pele e Nandinho
Médios: Lucho, Carlos Martins, Andres Madrid e Quaresma
Avançados: Meyong e Nuno Gomes





Atacantes do Sporting Clube de Santar:


Bao
Guarda redes: Diego
Defesas: Nélson, Nunes, José Fonte, Miguelito
Médios: Démbele, Lucho, Quaresma, Simão
Avançados: Meyong e Nuno Gomes




Atacantes do Barcelona:


Duncan
Guarda redes: Quim
Defesas: Nelson, Luisão, Nem, Jorge Luiz
Médios: Petit, Lucho, Simão, Meyong
Avançados: Nuno Gomes, Liedson




Atacantes do União da Madeira


Rui
Guarda redes: Mora
Defesas: Nelson, Miguelito, Nunes, Zé Castro
Médios: Lisandro Lopez, Lucho González, Quaresma, Simão
Avançados: Nuno Gomes e Hugo Almeida



Resumindo, o melhor 11 para os nossos Atacantes é:

Guarda redes: Vitor Baia
Defesas: Nelson, Anderson, Luisão e Miguelito
Medios: Simão, «Lucho» Gonzalez, Petit e Quaresma
Avançados: Nuno Gomes e Liedson

sexta-feira, dezembro 30, 2005

Recordar 2005

Chegada que está a minha vez de fazer um balanço de 2005, e não sendo eu muito saudosista, pois sou um eterno ansioso dos momentos que ainda não vivi, deixo aqui um testemunho das coisas que ficaram mais marcadas na minha memória:

Pela Positiva

  • Desde logo a certeza que iremos ter a Selecção no Mundial de 2006, o que, pela aversão que tenho ao seleccionador, mas principalmente ao presidente da federação portuguesa de futebol não me faz particularmente feliz, mas o que é certo é que os interesses nacionais foram salvaguardados...Bem, não me vou alongar mais sobre este assunto, senão...
  • A excelente campanha da equipa de futebol Sub-21.
  • A noticia da organização, em 2006, do Europeu de Sub-21.
  • A prestação do Braga a nível nacional.
  • O mérito de Manuel Machado como treinador, que teima em impôr-se no panorama nacional e que não tardará a ascender a um clube grande.
  • A excelente prestação do Sporting na Europa, quase irrepreensível, não fosse perder a final.
  • A afirmação de novos valores no futebol português, tais como João Moutinho, Manuel Fernandes, Hugo Almeida e claro, Quaresma.
  • A afirmação de valores consagrados no futebol estrangeiro, tais como Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira, Tiago, Cristiano Ronaldo, Boa-Morte, etc.
  • A afirmação de Mourinho no Chelsea e na premiership.
  • O sucesso de Manuel José no Egipto, embora nem uma múmia simpatize com ele.
  • Os golos de Quaresma no FCP-Rio Ave e de Hugo Almeida no Inter-FCP terem sido considerado os 2 melhores do ano.
  • O acabar do ano com o FCP à frente do campeonato, achando eu que tem a melhor equipa e todas as condições para ser campeão. Somando todos os pontos de 2005, o FCP é o verdadeiro Campeão deste ano!!!

Pela Negativa

  • Discurso dos dirigentes consagrados, mas sobretudos dos emergentes e dos pára-quedistas.
  • Discurso prepotente de Scolari.
  • Vassalagem de Madaíl.
  • Desilusão que é actualmente o futebol do Real Madrid.
  • "Velhice" da equipa do Arsenal.
  • António Figueiredo, que preferiu dar vantagem à equipa do coração deslocando-se para o estádio do Algarve, apoiado por aqueles que defendiam a sanidade financeira do Estoril, e meio ano depois já nem resnponde pelos seus actos, deixando os jogadores à beira da greve e com ordenados em atraso.
  • Todo o campeonato passado, onde o campeão foi encontrado devido ao demérito de todos os outros concorrentes e envolto em polémicas.
  • Contratações e dispensas efectuadas pela SAD do FCP.
  • Prestação do FCP no campeonato passado e na presente liga dos campeões.
  • Sem grande surpresa, a evidente dualidade de critérios do Conselho Disciplinar da Liga de Clubes, onde as Cunhas imperam e, de facto são bem Leais...
  • E para finalizar, toda ou quase toda a Comunicação Social, onde os jornalistas, comentadores e "paineleiros" fazem tudo sem isenção, onde os critérios editoriais são duvidosos e tendenciosos e onde se fica com a nítida sensação de que os feitos de alguns têm o mesmo destaque que as banalidades dos outros.

Em 2006, em termos desportivos e pessoais associados, espero que tudo isto mude, mas como sei que não vai mudar, espero que eu consiga adquirir mais calma, mais serenidade e até mais indiferença para todas as coisas que considero injustas.

Para todos vocês que fizeram com que este blog crescesse, que continuam a fazê-lo crescer e para todos aqueles que nos visitam, os meus desejos de umas excelentes entradas e que o ano de 2006 estabeleça como prioridades a saúde,a felicidade e o trabalho. Um abraço a todos e até ao ano, se Deus quiser.

2005 Retro Brasil



2005, mas um grande ano para o futebol brasileiro, tanto em gramados nacionais com em internacionais, mas apesar do futebol arte apresentado em todo o globo pelos atletas brasileiros, tivemos tambem algumas “marmeladas” no cenário nacional.
Vamos começar a retro 2005, pela equipe que teve a torcida mais feliz do ano, o São Paulo FC, começando pelo titulo do campeonato estadual com grandes atuações de Diego Tardelli e do técnico Emerson Leão, o curioso é que nenhum destes estão no momento na equipe paulista. Depois, em julho veio o tão sonhado tri-campeonato da taça libertadores da américa numa final inédita entre dois times brasileiros o São Paulo e o Atlético – PA. Este titulo deu a chance de disputar o torno mundial de clubes, que foi disputado no Japão, torneio que foi vencido numa final dramática contra a equipe do Liverpool, tendo com destaques no jogo o volante Mineiro, autor do gol do titulo, o zagueiro Uruguaio Lugano e o capitão da equipe, Rogério Ceni, que foi eleito melhor jogador do torneio.

Falando agora do Santa Cruz, que começou a ano bem, vencendo o campeonato estadual Pernambuco, entrou na disputa da serie B do brasileirão com uma equipe modesta formada principalmente por jogadores “prata da casa”, dominou o campeonato do começo ao fim e só não ficou com o titulo por causa da derrota vergonhosa do Náutico diante dos campeões da serie B, o Grêmio.

Outro fato que marcou 2005, foi a parceria polemica entre Corinthians e MSI, parceria tal que trouxe cerca de 100 milhões em investimento para a equipe do parque São Jorge. Tanto investimento teve retorno, a equipe liderado pelo Argentino Carlitos Tevez (eleito melhor jogador do campeonato) foi campeã nacional da serie A.

Mas este campeonato brasileiro de 2005, foi tambem conhecido como campeonato do apito, tudo isso por causa do escândalo da “máfia do apito”, onde o arbitro de futebol Edílson Pereira de Carvalho confessou que manipulou os resultados de jogos do campeonato paulista, copa libertadores da américa e também 11 jogos do campeonato brasileiro, para favorecer apostados de um site clandestino, tais 11 jogos do campeonato brasileiro foram anulados por decisão de Luis Zveiter, presidente do superior tribunal de justiça desportiva (STJD), o arbitro foi banido para sempre do futebol.

Mais nos gramados internacionais foi o ano de Ronaldinho Gaúcho, eleito pela segunda vez consecutiva o melhor do mundo, o jogador da seleção e do Barcelona deu novo significado ao futebol arte. Suas jogadas brilhantes encheram os olhos de todos adoradores do futebol.
Tivemos também a ida do melhor jogador dos campos brasileiros, o Robinho, ele e suas “pedaladas” foi uma das contratações do Real Madrid, que fechou o ano com a contratação de mais um brasileiro, o lateral Cicinho do São Paulo.
Outra boa de 2005, foi a seleção brasileira, que mais uma vez classificou-se para copa do mundo, mantendo a marca de ser a única seleção do mundo a estar em todas as copas do mundo. Desta vez a classificação foi traquila, mas para mostra ao mundo a força do futebol brasileiro, vencemos a Copa das Confederações na Alemanha, e o melhor, numa goleada por 4 x 1 em cima dos nossos arqui-rivais, a Argentina.
E que venha 2006, ano de copa d mundo, espero ver mais uma vez aquela estrelinha brilhando no peito da camisa canarinha, prova de mais um titulo mundial, um tiulo que seria o 6º titulo mundial brasileiro.
E para todos os leitores do blog Futebol de Ataque, desejo a todos saúde e paz...o resto, agente corre atrás!

Organização Dinamica do Futebol

O futebol é , numa definição arcaica , um desporto colectivo que agrupa 22 intervenientes em 2 grupos (equipas) , e em que se estabelece , entre estas 2 equipas , uma relação de rivalidade desportiva tendo em vista a obtenção de vitória sobre o adversário.
No entanto, o jogo do Futebol é na sua essência bem mais complexo que isso , e encontra-se numa mutação constante que provoca uma evolução natural.
Esta mutação e evolução , leva ao estabelecimento e criação de várias teorias sobre o mesmo , que se vão sendo actualizadas e alteradas por outras mais recentes tornando-se num fenómeno dinâmico e contínuo.

No entanto todas estas teorias devem ter em conta 3 factores.
A compreensão do jogo deve partir da lógica, da hipoteticidade (porque não há certezas de tudo) e da dedução.
Sendo o fenómeno com “vida própria” e que se vai renovando a si mesmo , só podemos considerar que há desenvolvimento no mesmo se a taxa de aprendizagem for superior á taxa de mudança , isto é , quando a nossa capacidade de compreender for maior que a velocidade com que as coisas mudam.

O fenómeno colectivo que este jogo representa , a recorrência á ciência para o inovar e o constante desenvolvimento do mesmo leva-nos a concluir que “Se o êxito ou inexito individual ou colectivo, está exclusivamente nas mãos do acaso , o mérito e por consequência a responsabilidade do jogador que actua , parece estar fora de causa” , daí cada vez mais, tornar –se inconcebível falar-se na sorte e no acaso , pois a constante mecanização , dinamização e organização dos processos individuais e colectivos , reduzem a componente sorte ou azar , embora estas prevaleçam na realidade do Futebol , até determinado ponto.

A evolução contínua do Futebol leva-nos a determinar algumas das mais marcantes mudanças no mesmo.
Assim , a mudança mais marcante que se distingue no desenvolvimento do Futebol no Mundo , é sem dúvida , a aplicação da ciência (como já foi referido) aos seus problemas , e também a utilização de uma tecnologia cada vez mais aperfeiçoada , sempre apoiada em dados científicos , que nos permite estabelecer um “código de leitura” da realidade do jogo.

Tudo isto implica uma mudança na mentalidade daqueles que preferem resistir á evolução do futebol e a aplicação da tecnologia e ciência no mesmo ( estes defendem que o futebol é um fenómeno estático , e que tudo no futebol já foi inventado …não havendo nada mais para mudar ou melhorar).
Torna-se pois necessário a abertura da mentalidade , de todos aqueles que se dedicam ao Futebol , a uma aprendizagem permanente ---Isto irá reflectir-se numa dinamização de mentalidades no Futebol.

A citada dinamização de mentalidades que interage com as , também já citadas , ciência e tecnologia , leva a uma evolução do jogo , o que nos leva claramente a concluir (como foi explicado anteriormente) que o Futebol não é algo estático , mas sim que a evolução deste é uma evolução contínua e sistémica.
Sistémica , pois as diferentes componentes do Futebol estão interligadas e são portanto inter dependentes. (ex: a alteração de uma lei de jogo , implica repercussões em termos tácticos , o que pode implicar maior ou menor esforço dos jogadores , etc , etc).

A evolução sistémica deve ser estudada , no imediato , através de 4 diferentes abordagens ao jogo , ao Futebol:
1-Abordagem regulamentar: refere-se ás leis do jogo que determinam o sentido e o espírito do jogo.
2-Abordagem psicossocial: refere-se a 2 grupos diferentes (as 2 equipas) com objectivos claramente antagónicos acabando por se criar uma espécie de campo de forças entre estas , que tende a manter-se em equilíbrio.
3-Abordagem técnica
4-Abordagem táctica

Estas abordagens estabelecem uma base de compreensão do jogo e complementam-se umas ás outras , no entanto , não abordam a “panorâmica” total do jogo.
Entra aqui a componente cooperação , pois sendo o Futebol um desporto colectivo , a congregação dos diferentes intervenientes no sentido de cumprimento de objectivos colectivos , torna-se indispensável ao sucesso (a soma das partes vai dar a algo mais que o todo …acabando-se por atingir ao sucesso).
Toda esta conjuntura leva-nos a uma organização dinâmica do Futebol que vai assentar em 6 vertentes fundamentais (cultural , estrutural , metodológica , relacional , táctico-tecnica e estratégico-tactica) , cujo funcionamento só é possível se todas estiverem interligadas.

Podemos assim analisar o jogo do Futebol como uma entidade organizada (todo) , em que as partes (elementos) , embora distinguíveis , são interdependentes e organizados num campo total segundo certas leis.
Assim, os elementos (partes) apresentam certas características produzidas pelo facto de pertencerem ao todo , e este tem algumas características que não pertencem a nenhum dos elementos estudados , resultando assim , da articulação interna dos diferentes elementos que se mantêm funcionalmente interdependentes.

Com este efeito , o jogo do Futebol representa uma unidade estrutural que no seu conjunto não pode ser reconhecido somente pela análise das partes.

“O todo é sempre maior que a soma das partes”


Finalizando , chegamos á conclusão que no Futebol não há um simples método infalível ou melhor em todas as condições , para atingir os objectivos.
Estes podem ser alcançados através de diferentes factores e diversas actividades internas.

Esta multiplicidade de factores e estratégias que levam ou não ao sucesso , concedem ao Futebol toda uma complexidade , que o torna excitante , viciante e interessante , e que leva em ultima análise á sua evolução sistémica , devido em parte á constante busca de novas soluções para atingir o sucesso e supremacia que nos guiam ao objectivo final…a vitória!

Ano de 2005

O ano de 2005 foi a conclusão da época de 2004/2005 e o começo da época de 2005/2006, como tal não vou dissertar muito sobre as situações mas sim colocá-las e assim sendo ressalvo então:

Final de época 2004/2005

Nacionalmente falando:

A subida do Estrela Amadora e chegada as meias-finais da Taça Portugal.

Um jogador tricolor na Selecção BB

Benfica Campeão Nacional, que já não acontecia à 11 anos.

FC Porto 0-4 Nacional, para o campeonato.

Sporting 2-4 Nacional, para o campeonato


Internacionalmente falando:

Sporting na Final da Taça Uefa.

Um estádio português recebeu uma final europeia.

Chelsea Campeão Inglês, que já não acontecia à 50 anos.

Um português Campeão de Inglaterra.

Liverpool Campeão Europeu, estando a perder ao intervalo por 0-3 com uma equipa italiana.

Equipas italianas, espanholas e alemãs não ganharam nenhuma competição da UEFA.



Princípio de época 2005/2006

As boas prestações e revelações de Manu, Semedo, Coutinho, Bruno Vale, Mauricio, Tony, Santamaria e Rui Borges na "minha" equipa.

Os três novos equipamentos do Estrela Amadora, os mais bonitos de sempre.

Sporting 0-1 Estrela Amadora

FCPorto 0-2 Benfica, algo igual só no tempo da televisão apenas com RTP.

Contentores de jogadores portuguêses a jogar no campeonato do Chipre.

Qualificação de Portugal para o mundial.

Estreia na qualificação de Trinidad e Tobago, Togo, Angola, Costa Marfim e Gana para um mundial.

Uma casa de apostas pagou a quem apostou num campeão à 10ª jornada do campeonato!!! Com 28 jogos por realizar ainda!!!



A nivel pessoal/intimo perdi três pessoas conhecidas/amigas uma rapariga com 26 anos, outra com 31 e um rapaz com 19, todas elas jovens como podem ver e por razões diferentes (suicidio, doença prolongada e acidente de viação)

Conheci pessoas novas e alarguei o nosso (de todos) blog de maneira inimaginável e criei amizades entre pessoas com interesses iguais ( até extra-futebol) que de outra maneira nunca se teriam conhecido e abri perspectivas e horizontes a outras com a integração na equipa.

Enfim, foi mais um ano, embora um pouco/muito diferente dos outros, obrigado a todos.

quinta-feira, dezembro 29, 2005

Manchester United empata no St. Andrews de Birmingham e Sir Alex Ferguson ficou desapontado com resultado

Sir Alex Ferguson era um técnico frustrado após o desolador empate a duas bolas registado ontem à noite no estádio St. Andrews em Birmingham. O United esteve por duas vezes à frente ao marcador mas, o quarteto defensivo não esteve particularmente bem no jogo efectuando erros que deram golos fáceis ao adversário. Depois da eliminação da Taça da Liga Inglesa aos pés do United, já se esperava que o Birmingham quisesse vingar a derrota da passada semana e o resultado foi um empate que não serve nenhuma das equipas.

Ferguson não estava contente no final do jogo especialmente com o seu sector defensivo e reconheceu que o resultado acabou por ser justo: "Foi um jogo de combate, sem dúvidas disso. Foi um jogo vivo, o Birmigham passou bem a bola, circulou-a e trabalharam muito nesse ponto. Estamos desapontados por ter deixado fugir a liderança do marcador por duas vezes, a nossa defesa no último golo deles não foi suficientemente boa e o resultado acaba por ser justo." - referiu o técnico à Sky Sports. "No computo geral, penso que eles mostraram um grande espírito e vão ter de fazer isto mais vezes se querem sobreviver no campeonato. Se o conseguirão ou não fazer a outros adversários é que já não sei. As equipas sempre se engrandecem quando o United vem à cidade deles e em outros jogos eles não conseguem fazer isso. Tivemos boas oportunidades e esse é também um factor desapontante. O Birmingham trabalhou mesmo bastante pelo ponto conquistado e isso não se pode negar." - referiu o técnico escocês.

Ferguson aproveitou ainda para lançar umas farpas ao técnico da partida Howard Webb especialmente devido à jogada do primeiro golo dos da casa antecedido de uma falta clamorosa de Nicky Butt sobre o português Cristiano Ronaldo: "Penso que os árbitros começam a ouvir o público quando o Ronaldo pega na bola. Foi uma falta óbvia sobre o Ronaldo mas, não vale a pena entrar por esse campo. Existe um desapontamento porque o árbitro está em campo para fazer o seu trabalho. Se eles vão começar a ouvir o público, então não existe nenhuma chance."

C.F. UNIÃO ( 10 anos longe da 1ª Divisão)

Já lá vão quase 10 anos desde a ultima vez em que o C.F.União da Madeira participou na 1ª divisão nacional!
Nos ultimos 10 anos o clube esteve e ainda está nas divisões inferiores, logo podemos verificar que muitas " coisas" não correram bem, e que as tentativas de voltar ao patamar máximo do futebol português falharam.

Nestes cerca de 10 anos quem foram os responsáveis por estas situações? Em grande parte na minha opinião foram as direcções que estiveram no comando do clube pois não conseguiram atingir os muitos objectivos a que se propunham, talvez porque muitos desses objectivos foram demasiado ambiciosos e para os atingir seria necessaria uma base solida e que não foi conseguida na maior parte das vezes. As danças de treinadores e de jogadores tambem não ajudaram em nada no cumprimento dos objectivos traçados, mas felizmente esta epoca não existiu dança de treinadores e jogadores, mas começar a pré epoca com 8 jogadores tambem não foi um factor muito positivo para conseguir fazer uma boa época.

Mas será que foi apenas as direcções do clube que falharam? Penso que não! Outros dos responsáveis por estes anos de penuria foram muitos jogadores que chegam ao União para jogarem mas não renderam o que podiam e deviam ter rendido, isto sucedeu por varios factores, como uma possivel má adaptação ou outras razões que desconheço, mas o facto é que muitos dos atletas teem sido contratações falhadas com excepção de alguns bons jogadores que estiveram e estão no União mas que infelizmente não conseguem construir um colectivo forte , mas ficam-se por individualismos.

Mas outro factor que veio contribuir para estes 10 anos de degredo tambem é a falta de adeptos no estadio, pois assistencias de 400 pessoas tambem não são muito galvanizadoras para a equipa.
Quero deixar aqui a minha homenagem aos poucos mas bons adeptos que durante estes 10 anos tem resistido e ainda continuam a ir ao estádio apoiar o União pois na minha opinião devemos apoiar sempre.
O facto é que quando subimos da 2b para a 2ª liga no ultimo jogo na 2b no dia de festa aparecem os adeptos para festejar mas depois a maioria desaparece na epoca seguinte e so os bons " resistentes" continuam a apoiar o clube pois não são do clube apenas nos bons momentos mas sim nos bons e nos maus momentos. Seria bom que os muitos unionistas que não vão ao estadio começassem a ir ao estadio apoiar o clube nos bons e maus momentos não é só dizer nos cafés, shopings etc que são Unionistas mas nunca vão ao estadio apoiar o clube a não ser em dias de festa.

E a verdade é que muitos adeptos tem comparecido no complexo desportivo nos jogos dos juniores do União o que demontra que é possivel recuperar a mistica do clube mas é preciso que os unionistas se unam para conseguir que o clube seja cada vez maior.

Época 2005/2006

Uma nova época começou com muitas expectativas como habital, a meta é ser o campeão da 2ª divisão e subir para a liga de honra mas a verdade é que chegamos ao natal em 2 º lugar a 6 pontos do lider, quando temos um plantel recheado de jogadores que vieram de outros escalões superiores e com obrigação de renderem mais .
Agora no natal mudou o treinador, saiu um jogador entrou outro vamos a ver se agora a equipa entra na linha e no rumo do Titulo, não será fácil mas com o apoio de todos os unionistas a equipa vai subir de divisão.

Aspectos positivos no União este ano:

-A equipa de juniores ter ficado nos 10 primeiros lugares no campeonato nacional de juniores, e esta época estar em 3 º lugar.
- O união sad deixou sair o contentor de estrangeiros, passando agora a ter 15 Portugueses e 8 estrangeiros no plantel.
- O União voltar a ter 7 madeirenses na equipa profissional ( sad) abandonando o lema do que é estrangeiro é bom ( com todo o respeito pelos estrangeiros)
- Ter um site com forum na net que permite aos adeptos do clube estar um pouco mais proximo do clube. www.uniaodamadeira.org

Aspectos negativos:

- Ter demorado um ano e meio a despedir um treinador que disse que os adeptos do União são burros.
- Continuar longe dos sócios e adeptos.

Saudações unionistas!

Boa passagem de ano e um feliz 2006 para todos os utilizadores e visitantes do blog.

Xau Xau 2005!

Mais 1 ano passa, e um ano recheado de surpresas!
O Futebol é uma caixinha delas…e mais 1 vez se provou que o dinheiro pode não trazer títulos!
Mas o melhor será rever alguns pontos importantes.

Aspectos positivos:

José Mourinho: soma e segue! Ninguém o pára e todos os anos demonstra inovação. É um caso sério de estudo.

Sporting na final da Uefa: Após vários anos a pensar que nenhum clube Português conseguiria lutar pelas provas Europeias, Mourinho trouxe-me esperança…e Peseiro trouxe a confirmação. Somos um país pequeno e pobre, mas fomos abençoados com o dom de jogar bom Futebol. O Sporting perdeu, mas o nome Portugal esteve lá!

Benfica campeão: Após uma travessia no deserto este Benfica quer renascer. O Presidente defende o grupo, o grupo esforça-se, o povo acredita e o resultado foi um campeonato.

Aposta na juventude por parte do Porto: O Porto teve 1 epoca para esquecer. Agora parece começar a construir um bom grupo, mas prefiro salientar a juventude do plantel Portista (23 anos) e a qualidade de alguns jovens que em breve serão craques. E calma…ainda não viram o Anderson jogar!

Manuel Machado: Treinador eficácia! Fantástico nas escolas de formação do Guimarães, suberbo nas ascensão do Moreirense, excelente na qualificação para a Uefa no regresso a Guimarães e óptimo 1º ciclo no Nacional. Não há nem pode haver duvidas sobre o valor deste técnico.

O futuro da selecção: Os AA deram-nos a alegria de estarmos presentes num Mundial, os sub 21 brindaram-nos com um excelente percurso de qualificação para um Euro que será o “nosso” Euro. E no meio de tanto sucesso…confirmam-se os valores de M Fernandes, Zé Castro, Moutinho, Quaresma, Nani …entre outros. Esperem agora por Fábim Paím, Rui Pedro, Zezinando, João Coimbra, etc.

Portugal está na moda: Este factor positivo refere-se a algo mais que o simples Futebol. Depois da Expo 98, Porto capital da Cultura, temos um Euro 2004, Lisboa-Dakar, Laureus, Prémios MTV, Euro sub 21…etc etc etc. Portugal está, de facto, na moda.

Liverpool de regresso ao topo da Europa: O mítico Liverpool voltou á ribalta. O gigante adormecido acordou e caso não habitasse em Londres um Senhor chamado José Mourinho…o campeonato poderia deixar de ser uma miragem para os Reds. Muito se deve a Rafa Benitez o papa taças!

Argentina outra vez no topo do Mundo: Os AA ameaçam ser um dos mais sérios candidatos á vitória no Mundial 2006, os jovens continuam a mostrar qualidade. Campeões do Mundo de sub 20 liderados pelo genial Messi por Zaballeta etc.

México campeão do Mundo sub 17: Contra todas as espectactivas, e fruto de um eficiente trabalho de formação e de cimentação de filosofias a adoptar, o México liderado pelo maestro Giovani Dos Santos e pelo ponta de lança clínico Carlos Vela..surpreenderam a classe de Anderson e Ramón e levaram o caneco para casa. Fantástico.

Van Basten: Remodelou a Holanda e não perde eficácia. Foi um dos melhores de sempre enquanto jogador, como treinador promete.

Futebol do Barcelona: Numa era de futebol táctico, fechado e muito pensado, é um regalo para os olhos ver a qualidade do Futebol do Barcelona

Lampard: Despede-se de 2005, com 164 jogos seguidos sempre a jogar. Desde 2001 não falhava 1 minuto de jogo. Sinal de muito muito profissionalismo e porque não dize-lo…muita sorte.

Aspectos negativos:

Péssima gestão da SAD Portista: Costuma-se dizer que quando o dinheiro abunda a loucura aparece. A SAD do Porto é composta por alguns abutres, que após 2 anos mágicos…se têm apoderado de uma parte do património do clube para satisfação pessoal. Contratações erradas, ingratidão para com jogadores, má escolha de treinadores e muitos negócios difíceis de explicar.

Conselho de Disciplina da Liga: Demonstra que tem 2 pesos e 2 medidas. Demonstra que não tem princípios e parâmetros bem definidos. E demonstra que a força clubitica ás vezes impera.

Scolari: Não gosto do seu estilo e da sua atitude, mas devo-lhe gratidão pela onda de patriotismo que fez crescer em Portugal. Calado…não teria polémicas á sua volta. Infelizmente, sempre que fala diz asneiras. Por mim, fazia as malinhas e punha-se a andar.

Blatter: Defende e bem a essência e o erro Humano no Futebol, como forma de impedir a sua excessiva mecanização. Mas a bola chipada seria um contributo enorme. Podemos resistir á inovação sem a eliminar por completo.

Dias da Cunha: Discurso gasto, sem nexo que acabou em saída. Saiu tarde…

Racismo: Em alguns países da Europa o racismo está numa onda crescente. E quando até os jogadores ajudam, então…não há palavras.

Dirigismo Portugues: Não me vou referir ás palavras proferidas. Vou-me referir a actos. Os clubes Portugueses vivem acima das suas possibilidades, caiem em crises e depois não têm maneira de subsistir. Faltam planos e estratégias de fundo, com nexo e apoiadas em alicerces fortes. Estes “remendos” que se tentam vendendo o património actual e receitas futuras..para tapar os buracos do presente só irão ainda mais hipotecar o futuro dos clubes.



Em termos pessoais:
Foi um ano de emoções fortes. Comecei o ano com uma lesão grave no joelho que me vai impossibilitando de dar os meus chutos na bola.
Por outro lado, recebi um inesperado convite para ingressar no mundo da bola, e logo para um clube de prestígio. Foi sem duvida o tónico para acreditar e lutar pelos meus sonhos.
O convite surgiu através de textos num blog rapidamente esquecido. Após o convite percebi que a escrita e a Internet são meios poderosos para mostrar-mos o nosso valor e sobretudo as nossas convicções.

Talvez por esse facto, resolvi colaborar com o Futebol de Ataque, pois é gerido de forma democrática, simpática, inteligente…e é composto por gente gentil, que me aceitou de braços abertos e que me fazem acreditar que um dia estaremos (e ouso incluir-me já no grupo) no topo de preferências dos adeptos da blogosfera futebolística Nacional. A vocês um obrigado!

Feliz 2006!

Maritimo e os famosos subsidios que tanto incomodam

Olá a todos

Para acabar de uma vez por todas com a contestação em relação aos subsídios recebidos pelo C.S. Maritimo.

O C.S.Maritimo é literalmente um CLUBE, nos seus estatutos o futebol ocupa uma pequena página no que concerne a matéria desportiva.
O Clube tem nos seus quadros as seguintes actividades desportivas, nos vários escalões e a discutir campeonatos regionais e nacionais:

1.Andebol
2.Hoquei em Patins
3.Ginastica rítmico desportiva
4.Basket
5.Pentatulo Moderno
6.Judo
7.Natação
8.Voley
9.Futsal
10.Atletismo
11.Esgrima
12.Aeromodelismo
13.Futebol
14.Tenis de mesa
15.Badminton
16.Tenis
17.Squash
18.Petanca

Todas estas modalidades têm infra-estruturas, meios de transporte, recursos humanos, atletas, salários e acima de tudo em grande parte delas deslocações mensais ao continente para disputar as ligas, taças e campeonatos onde se inserem e para os efeitos.

Façam as vossas contas e digam lá, acham possível que os 12% de capital que é subsidiado anualmente ao Marítimo pelo Governo Regional afecta em grande parte o desempenho do futebol? Com tanta despesa?

Os patrocínios do Marítimo são todos regionais e de empresas regionais, que dividem grande parte dos valores patrocinados com outros clubes da região, que não só o Nacional.

O Marítimo é uma grande instituição, que tem desenvolvido uma actividade desportiva em toda a R.A.M, que só no Funchal alberga 300 e tal mil habitantes, existem mais 4 cidades na ilha e uma série de vilas e aldeias, os jovens Madeirenses têm grandes oportunidades desportivas, sejam elas de alto rendimento, profissionais ou amadoras muito por causa do Marítimo, não só mas acima de tudo.

Eu sinto-me feliz por saber que o Governo Regional da Madeira atribui estes subsídios aos Clubes que com mérito desenvolvem e proporcionam a todos os cidadãos a possibilidade de praticarem desporto gratuitamente e que se chegarem a um nível de profissionalismo podem vir a ter futuro.

Como vêm, o Marítimo não é só futebol, o Marítimo é uma família gigantesca de pessoas que muito dão por este clube, seja na alegria, na tristeza nos bons e maus momentos, gloriosos ou menos bons.

O futebol é uma equipa de trabalho inserida num clube com muitas mais, todas elas comportam despesas todas por um único objectivo prática do desporto.

Se acham que o Governo Regional procede mal em investir nos clubes Madeirenses, proponho que arranjem outra solução, e se não as tiverem digam se seria bom para o desporto que se retirassem estes subsídios, que as pessoas fossem para o desemprego e os atletas se dedicassem a coisas como andar pelo bairro a noite a fumar charros, roubar carros e andar a pintar paredes.

Eu sinto-me feliz, porque sei que um dia que tenha um filho que queira praticar desporto tenho imensas opções, e quando ele não estiver ao meu lado sei que está seguro a praticar o seu desporto, seja em que clube for, apesar de que se for no Nacional eu não ia ficar satisfeito, mas era uma opção que eu teria de respeitar, aliás porque na natação o Nacional é o muito bem orientado. Custa-me dizer isto mas é verdade.

Eu sou sincero, prefiro ver esse dinheiro canalizado para os clubes do que para a casa dos políticos, ou para viagens ao estrangeiro dos governantes ou até mesmo em negócios obscuros.

Qualquer dúvida sobre a clarividência dos subsídios atribuídos, visitem o site do IDRAM, Instituto do Desporto da Região Autónoma da Madeira.Não se esqueçam de outra coisa, todos estes dinheiros que o Estado atribui são anualmente integrados no orçamento e são passados a pente fino pelo Tribunal de Contas (Entidade não regionalizada e independente do Estado)em Português corrente o ALBERTO JOÃO NÃO CONTROLA, se houver alguma irregularidade será divulgada. Nunca foi!!!!

Há 25 anos que estes subsídios são atribuídos.

Isto para não falar no investimento publico que as escolas secundárias da região têm tido no que respeita a áreas como o desporto, a minha escola secundária, a 3ª no ranking das melhores do Funchal, tinha um pavilhão gimnodesportivo, uma piscina olímpica e 4 campos exteriores de futebol, basket e minibasket. Só para terem uma ideia das coisas, o Liceu do Funchal tem um campo de futebol de 11 relvado.

Quem votou não à regionalização não fomos nós!!!!

È por isto e tudo o resto que eu sou e serei MARITIMO até morrer meus caros….Ao menos sei que tenho um clube em quem posso confiar. Sabem quantos salários em atraso o Marítimo tem?

0000000000000000

Agora desafio qualquer um de vocês, a apresentarem aqui algo melhor que isto…

Rewind - 2005

O desporto, na sua generalidade, está em voga no nosso país. Fazendo um rewind ao ano 2005, verificamos que vários eventos importantes decorreram (ou vão decorrer) em Portugal, dando continuidade ao maravilhoso e inesquecível Euro 2004: Final da Taça Uefa em Alvalade; Organização do Europeu Sub-21; O Dakar, que nos próximos 3 anos parte de Lisboa; entre outros.
No que ao futebol diz respeito, foi um ano cheio de emoções. Antes de fazer a minha retrospectiva, queria agradecer desde já o convite que me foi endereçado, para representar esta equipa fantástica do Futebol de Ataque. No início pensei que era algo banal, pois só uns dias depois me deparei com o profundo conhecimento dos membros do blog, e da extensão incrível da informação nele contida.
Factos positivos
  • O clube da minha terra, o Ginásio de Alcobaça, que já esteve na 1ª divisão em 82, fez a dobradinha, ganhando o campeonato e taça da distrital de Leiria.
  • O clube do meu coração, o Benfica, vence o campeonato, 11 anos depois. Senti na pele o poder do Benfica ao ver todo o país, nomeadamente Lisboa, virado do avesso, devido à conquista encarnada. No dia do Boavista-Benfica, quase que apanhei uma cirrose...
  • O apuramento da Selecção Nacional para o Mundial 2006. Cada vez que a Selecção joga, sinto uma sensação enorme de que o sonho de ganhar um Mundial não é assim tão impossível.
  • O apuramento da Selecção Nacional de Sub-21 para o Europeu da categoria, no qual seremos anfitriões. Vejo nestes miúdos um futuro muito risonho, e destaco o excelente papel do Sporting a nível de camadas jovens, contribuíndo muito para o futebol português. Oxalá outros clubes seguissem o exemplo, pois considero a escola do Sporting como uma das melhores do mundo.
  • O Sporting realizou uma época de grande nível, faltando apenas os títulos, mas demonstrando qualidade não só em terras lusas como por toda a Europa.
  • José Couceiro pegou num Futebol Clube do Porto totalmente descontrolado, levando-o ao 2º lugar da Superliga. Muito mérito para um treinador que viria a ser dispensado semanas depois...
  • O Braga, surpresa? Aproxima-se do estatuto de um grande.
  • O Nacional, que ganhou a aposta em contratar Manuel Machado, que vinha de uma manutenção conseguida no Moreirense e de uma qualificação para a Taça Uefa, ao serviço do Guimarães. Este sim, é um grande treinador, ao contrário de nomes como Luís Campos ou José Gomes...
  • Os jogadores e equipa técnica do Setúbal, que demonstraram que ainda existe profissionalismo e amor à camisola no Futebol.
  • A vitória do Benfica sobre o Manchester, que possibilitou a passagem do clube da Luz à próxima fase da Champions, humilhando a equipa inglesa, que ficou de fora das competições europeias bem cedo, facto que já não sucedia há anos. O apoio do público e a entrega dos jogadores (muitos deles suplentes habituais) foram fundamentais.
  • A qualificação do Guimarães para a 2ª fase da Taça Uefa, embora não tenham obtido bons resultados posteriormente.
  • A vitória memorável do Liverpool na Champions, derrotando o sempre forte Ac Milan.
  • O mundial de clubes, que demonstrou a grande classe do Liverpool, classe essa que não foi suficiente para evitar a derrota na final ante o São Paulo (de Paulo Autuori).
  • O Chelsea e o seu Deus Mourinho. Não há palavras... Tem os melhores jogadores, tem o dinheiro que quiser, mas tem a sapiência e rigor de quem percebe realmente o que é o desporto-rei.
  • A nomeação do mágico Ronaldinho para melhor jogador do mundo, apesar dessa vitória também assentar bem em Lampard...
  • Finalmente, a colaboração entre o Futebol de Ataque e a revista Futebolista, que só prova a credibilidade deste blog.

Factos negativos

  • O desaparecimento de várias personalidades do futebol, como Cávem, Best, João Manuel, Hugo Cunha e Fúria (jogador do G. Alcobaça).
  • A derrota do Sporting na final da Uefa. Por tudo o que fizeram, os "leões" não mereciam perder daquela forma, diante de uns russos traiçoeiros.
  • A contratação de José Gomes para treinador do Leiria. Já diz o povo: o que é barato, às vezes sai caro. Felizmente, o Sr. Bartolomeu percebeu a tempo e foi buscar Jorge Jesus, que salvou a equipa do abismo.
  • O adeus prematuro das equipas portuguesas nas competições europeias, na época que decorre, restando apenas o Benfica.
  • A arbitragem e dirigismo portugueses, que são tema diário de conversa, e envergonham Portugal pelo mundo fora. Espelho de tal facto, a ausência de árbitros lusos no Mundial da Alemanha.
  • Os comentadores televisivos, que são cada vez mais parciais e menos profissionais.
  • As divídas dos clubes, que já levaram ao fim de vários históricos do futebol, e que irão levar ainda mais...
  • As constantes barbaridades que os presidentes dos clubes trocam entre si. Se metessem num reality show, o Sr. Pinto da Costa, o Sr. Luís Filipe Vieira, o Sr. João Bartolomeu e o Sr. João Loureiro, registariam-se as maiores audiências de sempre!
  • O casamento do César Peixoto com a Isabel Figueira, que está a afectar a maior promessa do futebol português, Cristiano Ronaldo.
A todos os colegas deste grande blog, a todos os que nos visitam, e a todos os que gostam de futebol, desejo um 2006 cheio de sucesso, a todos os níveis!
[P9]

Balanço

Quase a terminar o ano de 2005 é chegada a hora de se fazerem balanços e aqui vai o meu:

PORTUGAL

Começo pelos onze do ano no que à 1ª liga diz respeito que para mim é o seguinte: Vítor Baía, Rogério, Anderson, Nem, Jorge Luiz, Petit, Lucho, João Moutinho, Simão, Quaresma e Liedson.

O ano de 2005 fica marcado pela negativa pela grave crise que se instalou no futebol português e que levou alguns clubes a terem que prescindir do futebol sénior. Lamento por todos eles mas principalmente pelo meu Académico de Viseu. Aos poucos vamos tentando recuperar, há até um novo clube com a alma do velhinho Académico, mas fica para sempre a mágoa do fim do Clube Académico de Futebol. É curioso reparar que dois dos clubes em grande agonia, Estoril e Alverca, foram “comandados” até há bem pouco tempo pelo presidente do Benfica e pelo presidente da casa do FCP do Luxemburgo! Coincidência?

Não gosto da maneira de ser do Manuel Machado. No entanto, um treinador que consegue levar o Vitória de Guimarães a uma competição europeia depois de um péssimo começo de campeonato e que consegue andar com o Nacional nos primeiros lugares da Liga tem que ser um bom treinador. É para mim o treinador do ano.

Como adepto do Sporting elejo como os grandes momentos do ano dois jogos. O Sporting 4 Newcastle 1 e o Sporting 1 CSKA Moscovo 3. No primeiro jogo vi o Sporting a fazer a melhor exibição do ano, tendo como grande momento o golo do Beto que na altura dava o 3 a 1. No segundo jogo houve 45 minutos de sonho e 45 minutos de pesadelo com a certeza que venceu a melhor equipa em campo. No entanto, o Sporting chegou onde ninguém esperava que chegasse!

INTERNACIONAL

O meu onze: Cech, Cicinho, Terry, Lugano, Gallas, Makelélé, Lampard, Gerrard, Ronaldinho, Joe Cole e Gilardino.

Se se tiver que se destacar um jogador a nível internacional quase toda a gente falará de Ronaldinho. Eu, no entanto, prefiro destacar um defesa. Gallas! O homem joga na direita, ele joga no centro, consegue até jogar na esquerda e sempre com o mesmo brio e profissionalismo. Como se deve sentir feliz José Mourinho com este jogador!

O Presidente da FIFA merece sem dúvida nenhuma o título de PIOR DO ANO. Recusa a bola inteligente. Quer acabar com os hinos antes dos jogos. Critica Mourinho por o Chelsea ter apenas 3 ingleses no onze quando do outro lado estava o Arsenal apenas com 1. Este Senhor é uma anedota!

Adeus 2005, olá 2006! E como diz a publicidade: Guardem uma passa para a Taça!

Palpites Atacantes: Todos contra o Faneca!

É incrível a consistência do concorrente Faneca nestes palpites atacantes. Após mais uma ronda, desta vez exclusiva do futebol inglês, Faneca cimentou a sua liderança na classificação acumulada, obtendo até ao momento 106 pontos, 13 de vantagem sobre o 2º classificado (MUP) e 14 sobre o 3º (NSC). Nos restantes lugares do Top Ten seguem-se Manu, Mike Alhau, Miccogol, SAAC, Castor Indomável, Mister BS e NG.

Na classificação do mês de Dezembro, houve mexidas na liderança que agora é pertença do Miccogol com 33 pontos, seguido no 2º lugar pelo P9 com 30 pontos e de 3 concorrentes com 29 pontos (SAAC, Descobridor Azul e claro, Faneca). Lembramos que a próxima ronda é a última relativa ao mês de Dezembro.

Quem já colocou os palpites no post de 2ª feira não necessita de o fazer novamente aqui. De qualquer forma, relembramos os jogos desta ronda:

Jogo 1: Chelsea - Birmingham (31/12)
Jogo 2: Man.United - Bolton (31/12)
Jogo 3: Aston Villa - Arsenal (31/12)
Jogo 4: Arsenal - Man.United (02/01)
Jogo 5: Bolton - Liverpool (02/01)
Jogo 6: West Ham - Chelsea (02/01)
Jogo 7: Man. City - Tottenham (02/01)

Aguardamos os vossos palpites, em resposta a este post, ou então para o mail correio.de.ataque@gmail.com.

Aproveitamos também para desejar a todos um FELIZ 2006, com muito FUTEBOL DE ATAQUE!

Premiership

Dois dias (!!!) passaram e já as equipas se apresentaram para mais uma jornada da Premiership!
As atenções centravam-se em dois locais, Manchester e Liverpool.
No City of Manchester Stadium, o campeão e líder isolado Chelsea defrontou a única equipa que os conseguiu derrotar na época transacta, o Manchester City. E, sem dúvida alguma, que o conjunto orientado por Stuart Pearce não facilitou nada as coisas aos Blues. O jogo foi muito disputado, ambas as equipas apresentaram homens de barba bem rija e apenas foi decidido com um golo do melhor jogador em campo - Joe Cole.
No outro jogo grande da jornada, no Goodison Park disputou-se o Derby do Merseyside! Os Reds, actualmente em grande forma, não tiveram dificuldades em bater os rivais Toffees. Uma vez mais, Gerrard e o «gigantone» Peter Crouch estiveram em destaque numa noite surpreendentemente tranquila para o Liverpool.
No resto da jornada, destaque-se as boas vitórias, ambas por 2-0, do Wigan em Upton Park frente ao West Ham (os «camiões» Jason Roberts e Henri Camara continuam em grande destaque) e do WBA no Hawthorns diante dos Spurs (bis de Kanu).
Importa igualmente referir que o Chelsea cimentou a sua posição de líder (tem agora 11 pontos à maior), dado o empate a 2 cedido pelo Man Utd em Birmingham frente ao conjunto orientado por Steve Bruce. Walter Pandiani, quase encaminhado para o Español de Barcelona, ainda foi a tempo de dar um saboroso empate à sua equipa, que esta época surpreendentemente está com grandes dificuldades em sair da zona de despromoção.
Por fim, é importante referir que a jornada não ficou completa, pois devido ao mau tempo os encontros Bolton-Middlesbrough, Newcastle-Charlton e Blackburn-Sunderland foram adiados.
Ah, é verdade. Sábado, já há mais uma jornada!!!

quarta-feira, dezembro 28, 2005

Manchester United desloca-se esta noite ao estádio St. Andrews para defrontar o Birmingham City

O Manchester United desloca-se esta noite ao terreno do aflito Birmingham City, penúltimo classificado da FA Premier League com apenas 3 vitórias e 12 pontos alcançados. No entanto a equipa liderada por Steve Bruce, curiosamente antigo capitão do United, não pretende sofrer outra derrota caseira como aconteceu frente ao Manchester United na semana passada para os oitavos-de-final da Taça da Liga Inglesa.

Nesse encontro Sir Alex Ferguson aproveitou para rodar um pouco a equipa inicial colocando Louis Saha e Giuseppe Rossi no onze inicial com o francês a ser mesmo a figura do jogo com dois golos apontados na vitória do United por 1-3. O jogo desta noite está envolto em curiosidade dado que Steve Bruce e os seus jogadores poderão ter aprendido a lição e pretender agora vingar o afastamento da Taça da Liga. Sir Alex Ferguson já sabe que não poderá contar com os lesionados Mikael Silvestre (dores musculares), Quinton Fortune (problema joelho) e Gabriel Heinze (problema joelho).

O técnico não convocou também o avançado norueguês Ole Gunnar Solskjaer que ainda está com falta de ritmo competitivo mas, o jovem prodígio português Cristiano Ronaldo está de regresso à equipa após cumprir castigo e poderá ser opção para o onze inicial ocupando o lugar de Ryan Giggs. Quem também poderá sair do onze é Paul Scholes que se encontra a recuperar de uma gripe podendo Alan Smith ocupar o seu lugar a meio campo.

Sir Alex Ferguson e Carlos Queiróz poderão assim entrar em campo com o seguinte onze inicial: Van der Sar, Gary Neville (c), Rio Ferdinand, Wesley Brown, John O'Shea, Park Ji-Sung, Alan Smith, Darren Fletcher, Cristiano Ronaldo, Wayne Rooney e Ruud Van Nistelrooy.

O jogo têm o seu inicio marcado para as 20:00h da noite e somente tem transmissão em diferido na Sport TV a partir das 21:40h.

Bom Ano Novo a todos!!

E lá chegamos nós mais uma vez, à fronteira da passagem de ano.
Falando em nome do país, espero que o novo ano seja melhor em todos os sentidos já que pior que 2005 parece impossivel.

Desportivamente falando não me queixo de 2005, especialmente a partir do 2º semestre já que actualmente a equipa por quem torço está num magnifico 2º lugar à frente de monstros do futebol português como Sporting e Benfica. Naturalmente que duvido que esta situação se mantenha, ainda mais que o Nacional ainda não passou por aquele periodo de baixa forma por que todas as equipas passam nalguma altura do campeonato. Além disso, sabemos que outros valores (alguns obscuros) se levantam no consoante aos lugares que dão acesso a uma Liga dos Campeões mas acredito piamente que este Nacional pode lutar por um lugar europeu.

Como tal e desportivamente falando tenho como desejo para este novo ano que os nacionalistas mantenham-se na rota do sucesso consolidando o lugar que já alcançaram como Melhor Equipa das Ilhas, e consigam ou via Campeonato ou via Taça um lugar nas provas europeias. Conseguirá? Não sei, mas por este espectacular vice-campeonato de Inverno já valeu a pena apoiar este Pequeno-Grande clube que nos tem provado que não é por ter estadios de 30000 lugares (que muitas vezes têm assistencia de 1000 pessoas) ou terem mais sócios que os outros ou por terem melhor Passado, que se ganham jogos ou que são os melhores! O Nacional este ano tem feito muita gente engolir sapos nas mais diversas vertentes e se Deus quiser há-de continuar assim. Se não acontecer também não será por isso que deixaremos de apoia-lo pois é isso que é ser nacionalista. Estar com a equipa nas alturas boas e más, algo que me orgulho, mesmo quando o clube estava na IIB.

Um Bom Ano Novo a todos os nacionalistas, claques, dirigentes, jogadores e tecnicos do Nacional e ainda a todos os que frequentam este nosso pequeno espaço online. Bem... vou preparar-me para o melhor Reveillon do país...o da Madeira hehe.

Um abraço Alvi-Negro. Viva o Nacional! Viva a Madeira! Viva Portugal!

Tito Velosa

Rescaldando 2005, Antevendo 2006

Chegados a esta altura do ano, e infelizmente com pouco futebol para ver ou analisar, é tempo de fazermos balanços sobre o ano que passa e perspectivar o que se depara pela frente.

Por isso mesmo, decidi dar destaques pela positiva no ano de 2005 a:

- Futebol de Ataque: o nosso blog é sem dúvida o que eu tenho mais a destacar pela positiva. Neste ano, consolidámos um grupo que tem cerca de 3 dezenas de pessoas que adoram o futebol, que vibram com as suas equipas, que sofrem com as desilusões, e que conseguem ser uma "família". Conseguimos fazer encontros com os membros do blog, conseguimos escrever para a revista Futebolista, conseguimos atingir mais de 40.000 visitas. Pela minha parte pessoal, dá-me imenso prazer fazer parte dela e contribuir cada vez mais para o crescimento deste projecto. É o Blog do Ano!

- SpicedBlond: Foi como se um anjo nos tivesse iluminado este blog, sempre com fantásticas palavras, com posts brilhantes e que até no dia em que nos deixou foi grandiosa. Foi o que de mais positivo uma pessoa nos poderia ter dado neste blog, e o seu último post é um exemplo de vida que a todos nos marcou. Foi sem dúvida nenhuma a Blogger do Ano!... Onde quer que estejas, Dani, estarás para sempre no nosso coração.

- Benfica: Depois de 11 anos de angústias, de tristezas, de algumas vergonhas mesmo, o "meu" Benfica voltou à mó de cima. Foi campeão nacional, e começou finalmente a voltar à ribalta europeia, eliminando um grande emblema mundial, o Manchester United. Por tudo isso, só se poderá mesmo considerar o clube do ano.

- José Mourinho: Palavras pra quê?... O Mister Special continua o seu fantástico trabalho, dando cartas por Terras de Sua Majestade, e depois de uma primeira época em que muitos chamaram de sorte de principiante, agora está a confirmar todo o seu valor na 2ª época em Inglaterra, não restando grandes dúvidas que será o Chelsea o campeão inglês e um dos grandes favoritos à vitória na Champions League. É o treinador do ano.

- Luís Filipe Vieira: Goste-se ou não dele, goste-se ou não das promessas vãs que faz, goste-se ou não do seu discurso "de plebe", a verdade é que o Khadafi dos Pneus conseguiu voltar a colocar o Benfica no seu lugar, que é no topo. Além do mais, consegue criar na equipa do Benfica um grupo bem homogeneo, e consegue recriar em várias ocasiões o "Inferno da Luz". É para mim o dirigente do ano.

- Ronaldinho: É um prazer ver este Sr. a jogar. Durante todo este ano, deliciei-me a ver os dribles, os golos, os passes que Ronaldinho Gaúcho fez ao serviço do Barcelona. Diria mais, ao serviço do futebol!... É o jogador do ano!

- Apesar dos destaques individuais, elegi um 11 do ano nacional e outro internacional, com aqueles que foram para mim os melhores de 2005. Assim sendo o onze do ano em Portugal é para mim: Vítor Baía, Nelson, Luisão, Anderson, Miguelito, Petit, Lucho González, Quaresma, Simão, Nuno Gomes e Liedson.
O onze internacional, é para mim: Cech, Gallas, Terry, Ricardo Carvalho, Roberto Carlos, Gerrard, Deco, Lampard, Ronaldinho, Henry e Schevchenko.

Agora os destaques negativos:

- A arbitragem portuguesa. Casos, casos e mais casos. Praticamente não há semana em que a mesma não é colocada em causa pelo dirigente A ou B. Há diversas falhas, para todos os clubes sem excepção, algumas das quais perfeitamente inqualificáveis e sem desculpa possível.

- O dirigismo português. Sem excepção, desde os dirigentes dos clubes, aos dirigentes da Liga, são para mim do que há de mais podre no futebol português. É em grande parte devido aos dirigentes que neste momento vemos vários clubes a fechar as suas portas, a não pagar os salários aos seus jogadores, e a empobrecer o futebol português aos poucos. Fora com eles!

- Scolari. Apesar dos resultados desportivos, não posso deixar de criticar este Sr. e o considerar um dos piores intervenientes do ano. Ora fala mal dos portugueses, ora diz que o acolhem extremamente bem. Levanta justificações para a não convocação de jogadores, mas não concretiza o que diz. Convoca jogadores para alguns jogos, que faz parecer que os está a tentar "vender" para algum clube. Orienta uma selecção não como a Selecção de Portugal, mas como a Selecção de Scolari. Tudo isto é para mim suficiente para o tornar um dos piores do ano de 2005. Como diria o meu amigo Ribas, no final do jogo contra o Liechenstein à TVI: "Acha que posso estar satisfeito com isto?"

- Pinto da Costa. Para mim perdeu uma oportunidade de ouro de sair do clube em 2004, depois de vencer tudo com Mourinho, saindo como um grande Presidente vitorioso. A partir daí tem dado tiros nos pés sucessivamente, quer com algumas contratações de "gosto duvidoso", quer com uma gestão financeira que aparentemente não está a correr como deveria. É um grande problema para os clubes portugueses quando se veêm com muito dinheiro. Começam a comprar ao Kilo, e a ganância interna com tantos milhares também começa a falar mais alto. Para mim é um dos perdedores de 2005, embora não me admire que dê a volta por cima e comece novamente a ganhar.

De seguida, os meus desejos para 2006:

- Que o Futebol de Ataque se torne cada vez mais uma referência na blogosfera nacional. Já somos segundo as últimas "contagens" o 8º blog de futebol mais lido em Portugal diariamente. Se em pouco mais de 1 ano de vida conseguimos esta posição, o céu é o limite para sonhar. Para 2006 temos vários desafios, como o acompanhamento do Mundial 2006, e o avançar com alguns projectos já pensados por muitos de nós. Estejam atentos!...

- Que o "meu" Benfica, visto que não pode ser campeão nacional, que seja BICAMPEÃO... :-D
A tarefa é árdua, mas vamos depositar a nossa fé nos heróis benfiquistas e acreditar que é possível.

- Que assista em Liverpool ao apuramento do SLB para os quartos de final da Champions. Visto que vou estar presente em Anfield Road, acho que era o mínimo que podia pedir, não acham?... :-)

- Que Portugal consiga pelo menos chegar às meias finais do Mundial da Alemanha. É claro que a tarefa é árdua, mas quem tem alguns dos melhores jogadores do mundo acho que tem a obrigação de colocar a fasquia elevada. Quartos de Final são para mim o mínimo a atingir. Meias Finais seria fantástico. A Final seria inesquecível. Ser Campeão do Mundo seria... o CÉU...

- Por fim, que todos os agentes ligados ao futebol em Portugal percebam que o futebol é um espectáculo para os adeptos, BAIXEM O PREÇO DOS BILHETES!!!!


Termino deixando a todos os desejos de um 2006 cheio de Felicidade, Sucesso e acima de tudo que realizem todos os Vossos Sonhos!...

Diário de Observador

(Bom para conseguir colocar os posts ao mesmo tempo no meu blog e no Futebol de Ataque..decidi esta semana brindar-vos não com 1 mas sim com 2 capítulos do meu diário de observador..para assim ganhar algum tempo.)


Como vos frisei no último capítulo do meu diário, a confiança na avaliação já é um ponto ganho a meu favor. Deixei a pressão de lado, e consigo agora com clareza distinguir os bons dos maus jogadores, os jogadores que interessam dos jogadores que não interessam.

Estabeleci alguns pontos:
Dar o benefício da duvida a um jogador que demonstre talento mas que em 1 ou 2 lances se precipite.
E não julgar os jogadores pelos seus atributos físicos, mas sim pela forma como sabem utilizar a bola e o espaço.

As observações vão-se sucedendo, o número de jogadores observados começa a ser assinalável e compreendo agora, algumas das diferenças chave entre jogadores de escalões diferentes.
Essas diferenças são óbvias, quer em termos tácticos, quer em termos técnicos quer até em termos psicológicos. E talvez por estas diferenças serem tão óbvias, fiquei espantado com 2 miúdos que , para a sua idade, demonstram uma maturidade e confiança fora do comum.

Já referenciei alguns jogadores para a minha entidade patronal, no entanto, ficaram-me claramente na retina os 2 que frisei acima.
São 2 “meninos” ainda, mas com um potencial elevado e com um dom inato para jogar á bola presente á vista de todos.
Precisei apenas de um jogo, para pensar “Descobri Talento!!”.
No entanto, voltei a observa-los para garantir que não tinha sido apenas 1 manha de glória. Fiquei imensamente satisfeito, pois a qualidade estava lá.
A capacidade que demonstram para se controlarem psicologicamente, para jogarem como de seniores se tratassem, e as capacidades técnicas bem patentes no seu futebol, fazem destes 2 miúdos, e mesmo que não venham a actuar no clube que represento, 2 jovens atletas que seguirei com atenção, pois acredito nos seus futuros.

No entanto, nem tudo é um mar de rosas.
A capacidade dos miúdos está lá, precisam apenas de trabalhar em clubes com boas condições, com estrutura metodológica para trabalhar com as camadas jovens, de forma a aproveitar todo o potencial que existe neles.
A verdade é que o Futebol é um negócio, e até na formação já se sente isso. Pensei, que um dos objectivos das pessoas ligadas á formação seria dar o melhor futuro possível aos seus jovens atletas e nunca mas nunca lhes cortarem as pernas.
A possibilidade de jogar num clube de grande dimensão, só costuma bater á porta de alguns, e quando bate ..bate apenas 1 vez. Quando estas oportunidades não são agarradas, por mera ganância de dirigentes é triste e desolador para alguém que acredita piamente na formação, como eu.

Espero sinceramente, que o futuro destes miúdos não seja prejudicado por questões de dinheiros e ganâncias..pois eles são jovens, têm sonhos e tem capacidades para pelo menos lutar por esses sonhos.
O sucesso deles, será também o meu sucesso, mas mais do que isso…será a minha alegria pois é para isso que eu trabalho (descobrir valores) e sobretudo é por isso que eu trabalho (a alegria que me dá ver miúdos referenciados por mim…puderem atingir o topo).
Sei que encontrei talento, agora espero que tudo corra pelo melhor, pois infelizmente os finais felizes não dependem apenas de mim.

Aos 2 anónimos miúdos, desejo-lhes toda a sorte do Mundo!

Mercado de Transferencias para os Verde Rubros

Olá a todos

Paulo Bonamigo está de férias algures na Europa, mas antes de se retirar para os dias santos preparou o trabalho de casa no que respeita a contratações.
Segundo Parece, o Souza Vai regressar, este jogador esteve uma época e meia no Marítimo e foi emprestado ao Goias.Durante o Brasileirão foi o 3 melhor marcador com 18 tentos.Quando alinhou pelo Marítimo não mostrou esta veia goleadora, aliás ele simplesmente era um nabo, vamos lá ver se o regresso lhe faz bem e se mostra algum amadurecimento técnico, esperemos que sim.

Com a anunciada saída de Manduca, que é hoje formalmente apresentado aos sócios das águias o Marítimo pretende um bom encaixe financeiro e ainda a negociação de jogadores encarnados. A imprensa já falou em 3 possibilidades, são elas Nuno Assis, Hélio Roque, Karyaka, Carlitos e João. Esperemos que seja mentira porque gente dessa não OBRIGADO, o Marítimo já tem pedreiros suficientes. Só espero que a direcção faça um bom negócio. Quanto à perda de Manduca só posso dizer ADEUS e OBRIGADO. Há 5 jogos que este jogador vinha demonstrando uma baixa de forma, será que era por já ter sido contactado pelo SLB?

Com a agravante que só consegue jogar 45m dos 90m.Foi bom, adeus e até a próxima, obrigado por tudo Manduca, que sejas feliz de águia ao peito.

Saídas certas, segundo a imprensa matinal aqui da região, são as de KOMAC, YOUSSOUF e FERREIRA.

Youssouf vai rumar ao Ipsiwich Town, um negócio praticamente confirmado. Ferreira é pretendido pelo Gil Vicente, e como tal não deve ser difícil um entendimento entre ambas as equipas no sentido de fechar o negócio.

Quanto a Komac, a coisa muda de figura, o internacional Esloveno pouco demonstrou durante as suas poucas prestações na liga ao serviço do Marítimo, foi um jogador pouco regular e quando jogava nada mostrava. Não há nenhum clube interessado mas Komac prefere sair, alega que o facto de não ser titular prejudica a carreira e pretende dar um novo rumo à sua vida.

Assim vão as entradas e saídas do C.S.Maritimo, esperemos que o novo ano traga jogadores bons, que façam a diferença e acima de tudo contribuam para uma boa prestação dos verde rubros na liga.

Força Marítimo ALLEZ ALLEZ

terça-feira, dezembro 27, 2005

Ferguson não está preocupado com prestações dos rivais londrinos Chelsea FC nesta época Natalícia

Sir Alex Ferguson prometeu não estragar a sua época natalícia preocupando-se com o Chelsea. Ferguson tinha esperanças que os blues de José Mourinho escorregassem frente ao Arsenal mas acabou desapontado com a vitória do Chelsea por 2-0 frente aos Gunners.

Isto condenou o United a passar o Natal a 9 pontos abaixo do líder Chelsea, apesar de os Red Devils terem ganho 6 dos seus últimos 7 jogos. Embora tivessem destronado o Liverpool da vice liderança do campeonato, Ferguson sabe que ganhar o título não depende só de si e da sua equipa mas também do Chelsea. Os Blues apenas perderam 2 jogos em toda a época e esperar que tenham grandes deslizes nas jornadas restantes é difícil de imaginar.

Ferguson decidiu assim ignorar o Chelsea e centrar-se na sua equipa: "Neste momento não estou preocupado em assistir aos jogos do Chelsea. Assisti ao jogo deles contra ao Arsenal esperando que algum deslize acontecesse mas não aconteceu e por isso temos de seguir em frente com o nosso trabalho. Muitas pessoas dizem que o campeonato está decidido, mas isso é baseado no pressuposto de que o Chelsea não perderá mais pontos. As suas excelentes performances e número de vitórias apoiam essa teoria mas temos de nos colocar numa posição que nos permita aproveitar algum eventual deslize da equipa londrina."

Fénix – O renascer de uma paixão

Olhando para trás e entrado na máquina do tempo, faço uma viagem de 365 dias e adivinhem o que vejo? Algo que nada sou hoje. Vejo uma rapariga que nunca tinha pensado um dia ser uma “Gamba”, mas também, ninguém em seu pleno juízo pensa alguma vez ter nome de marisco... Mas no fundo, vejo uma rapariga, que apenas sonhava em voltar a jogar á bola e nunca tinha tido a coragem de dar o paço em frente. Lembro-me que passava vários momentos com vontade de arriscar, mas pensava que já não seria a altura, não tinha novamente 12 anos, idade qual em que fui obrigada a parar por vontade de familiares. Alguns anos tinham passado e a rebeldia da juventude também. Pensava que já estava velha demais para recomeçar. Mas estava redondamente enganada.... Felizmente, houve alguém que chegou na hora certa e de certa forma deu o primeiro empurrão para uma viagem alucinante. O que sou hoje e onde estou hoje, não seria possível sem ela, porque foi a voz da minha coragem, por isso “Titi, muito obrigado”... Mas no início de 2005, foi apenas o 1º passo para esta imensa aventura.
Integrei um grupo de trabalho, que o não estava muito habituado a triunfar e desde cedo aprendi que é muito mais importante saber perder e conviver com as derrotas pessoais e também de uma equipa do que as tão esperadas vitórias e conquistas desportivas, mas acho que só assim, consegui traçar laços de amizade tão profundos nunca antes imaginados. Mas nem tudo foi tristezas, e finalmente conseguimos triunfar e neste momento não poderíamos estar melhor colocadas no nosso campeonato. O nosso sonho está tão perto e agora olho para trás e penso que foi tão fácil arriscar. Todos os medos e fantasmas eram inúteis. Arrependo-me por vezes de não ter arriscado mais cedo, mas acredito que tudo tem o seu tempo certo de acontecer e além disso, provavelmente não teria conhecido as minhas Gambitas do coração que tanto as adoro. Por isso, hoje sou Feliz e digo que valeu a pena tudo o que passei.
E o futebol de ataque? Onde entra nesta história? Pois é, nem mesmo eu sei dizer. Um dia inesperadamente, recebi um convite por parte de um dos fundadores para ser uma das atacantes residentes. Aceitei logo de momento sem saber muito bem o que estava a fazer, mas logo depressa descobri algo de incrível. Como a força das palavras podem unir tantos desconhecidos por uma paixão em comum.
Um dia afirmei numa das minhas intervenções no blog, que era uma futeboldeataqueodependente. Pois bem, ainda o continuo a ser. Neste blog já ri, já chorei, já partilhei emoções, glorias e algumas derrotas. Por isso, para mim, este blog, foi uma das coisas mais positivas do meu ano de 2005. O Ano de Renascer para esta paixão tão grande que é o futebol.
Feliz Ano de 2006 para todos, Saudações desportivas.

Memória Atacante XI

A 25 de Janeiro de 2005, aquando do 1º aniversário da morte de Fehér, a SpicedBlond brindava-nos com mais um magnífico poema dedicado ao jovem jogador.


25 de Janeiro de 2005

"Por onde andas?"

"Por onde andas?
Temos saudades da tua presença
Dos sonhos que criavas
Da alegria que demonstravas
Dos momentos de vida
E de glória….

Por onde andas?
Já perdi a noção do tempo
Já perdi a noção da história….

Por onde andas?
Ninguem sabe
Ninguem te esqueceu
Mas a tua presença
Nunca mais surgiu

Por onde andas?
Porque não voltas?
Porque não trazes a alegria
E a característica simpatia
Com que nos brindavas
Porque não trazes
A mestria do teu jogo
a sabedoria e o amor
De um jovem que emanava
A felicidade de ser jogador

Por onde andas?
Miklos Fehér
Porque te foste?
Volta por favor
Traz a tua sabedoria
Na bagagem da vida
Traz a alegria
Que todos conheciamos
E não te esqueças
Da amizade que
Todos sentimos por ti!!!!

P.S - Que a tua alma descanse em paz, e que o teu espírito zele por nós, porque nós nunca nos esquecemos de ti.
Até Sempre Miklos!!"

[SpicedBlond]

Adeus 2005. Bem Vindo 2006

Ola amigos.

Enfim o ano velho esta a despedir-se de nós e o ano novo já espreita atras da soleira da porta, e chega a altura em que cada um de nós faz um balanço do que 2005 nos deu.
E foi exactamente por isso que resolvi escrever…para terminar o ano em beleza, num blog, numa familia que me deu tanto, e que apesar da minha ausência, manteve sempre o meu nome no cantinho dos residentes.
E o que dizer de 2005? A nivel do nosso grande amado desporto rei, foi um ano fortissimo, onde o tão saudoso Benfica conseguiu alcançar aquilo que já desejava á tantos anos, onde o meu eterno Sporting, fez-nos sonhar e ambicionar e em tão pouco tempo perdeu tudo, foi um ano onde as equipas pequenas, demonstraram cada vez mais que a diferença de grandes e pequenos para lá do dinheiro que uns têm, já não é assim tanta…enfim mais uma vez o futebol geriu parte do nosso universo e fez com que este blog se afirmasse no panorama bloguistico, tornando-se para mim o melhor blog portugues de futebol.
E porquê o melhor? Simplesmente por uma grande razão, a Harmonia! Cada vez mais a vida me ensina que para se ter um projecto que tenha sucesso,é necessario sem duvida nenhuma, ideias e vontade de as concretizar, mas acima de tudo é preciso que os alicerçes do projecto se mantenham inertes e intocaveis, sem falhas ou desentendimentos, e foi isso que sempre assisti neste nucleo, uma familia enorme, capaz de albergar amigos de outros paises, com opinioes distintas e por vezes com divergencias, mas sempre uma familia onde se conseguiu achar um meio termo para o que éra certo e o que éra errado….admiro sinceramente a vossa capacidade de conseguirem chegar a acordo em alturas mais criticas, nunca passando ca para fora crises que podessem haver, internamente, transmitindo para quem lê uma coesão tão forte, que cada vez mais dá vontade de ler os posts de cada um de voçês.
Enfim, 2005 foi sem duvida um ano de muitas emoções, e para mim especialmente foi um ano de muita mudança…Não quero tornar este post um banho de melancolia, dor e choradeira, porque afinal de contas já não escrevo é tanto tempo, que não vou fazer disto um balde de lagrimas, não quando as memorias que tenho da sua presença são tão bonitas, não quando entro num blog fantastico e vejo grande parte do seu trabalho, não quando sei que em qualquer lado ela estara a olhar por nós, e talvez dai venha a minha força, saber que em todos nós ela so deixou coisas bonitas e positivas, por isso não quero falar com tristeza sobre o que aconteçeu, mas sim com um sorriso nos labios quando me disserem que ela éra fantastica.
Apesar de não escrever, nunca dexei de vos seguir, e admiro a iniciativa de todas as semanas terem um post sobre o seu maravilhoso trabalho. Se me perguntarem se estou triste, claro que estou e sempre estarei, perdi aquilo eu me éra mais precioso na vida, mas o meu coração começa a conformar-se com a ideia que ela éra tão mágica que o seu espirito paira entre nós dando-nos força e amizade e mostrando que mais do que uma presença fisica, o que mais importa é aquilo que alguém construiu em vida cheio de coisas boas para que possa ser lembrado com carinho e isso sem duvida ela conseguiu.
Pois bem amigos, 2005 passou tão rapido como veio, 2006 já esta ai, pronto para nos dar mais um ano de muito esforço e alguma contenção, mas sempre com a vontade de amar, crescer e aprender cada vez mais, espero do fundo do coração que este ano que se avizinha, vos dê tudo o que mais desejais, eu já ficava contente se o sporting fosse CAMPEÃO!!!Um FELIZ 2006 E UM GRANDE ABRAÇO DESTE VOSSO ETERNO AMIGO

+ 2005 -

Vou começar por indicar o que considerei mais positivo a nível regional:
- O meu S.C. Santar campeão da 2ª Divisão Distrital de Viseu;

- S. L. Nelas campeão da 3ª Nacional Série C;
- Tondela fez a dobradinha, vencendo a 1ª Distrital e a Taça.

Nacional:
- O meu Benfica voltou a ser campeão e viu-se a alegria que percorreu o país;


- Vamos organizar o Europeu de Sub 21;

Internacional:
- O meu Liverpool foi Campeão Europeu;
- O futebol praticado pelo Barcelona, que pena nem todas as equipas jogarem assim;
- O surgimento de um miúdo que vai fazer as delicias de todos no futuro. Falo obviamente de Leo Messi.
- Elena Danilova levou a Rússia a vencer o Campeonato Europeu de Sub 19 e vai certamente destronar Birgit Prinz do trono de melhor jogadora num futuro próximo;
- Finalmente a Ucrânia apurou-se para uma grande competição. Vamos finalmente ver Sheva numa grande competição por selecções.
- Angola e Austrália finalmente no Mundial;
- O Chelsea do Super Mourinho continua brilhante;
- Ronaldinho, Lampard, Gerrard e Zlatan os melhores de 2005.

Agora chegou a altura do negativo:
Nacional:
- A morte de João Manuel, um grande jogador a quem nunca foi dada a hipótese de dar o salto. Hugo Cunha do Leiria também faleceu;
- O Benfica foi campeão e a festa no Porto foi estragada por alguns Portistas com azia;
- Quando as polémicas com a selecção estão esquecidas eis que surge Scolari com entrevistas esquisitas a reabrir a polémica;
- Os estádios estão às moscas, o futebol praticado no nosso campeonato tem sido mau de mais;
- O fim de clubes e os constantes problemas financeiros de muitos;
- O Futebol Feminino em Portugal continua esquecido.

Internacional:
- Cristiano Ronaldo esteve muito mal ao fazer o que fez no Estádio da Luz e aos poucos vai desaparecendo do onze do Man United;


- Real Madrid continua de mal a pior;
- Paolo Di Canio continua a fazer gestos fascistas;
- Ainda existem pessoas capazes de assobiar jogadores apenas pela cor da pele. Já era altura de o Racismo ter acabado, mas parece que está a regressar em grande!!

Para 2006 apenas desejo que se acabem as polémicas entre os nossos dirigentes e que os estádios estejam cheios de adeptos a ver bons jogos de futebol.