segunda-feira, outubro 31, 2005

Made In Brasil


Todo ano centenas de jogadores deixam o Brasil para jogar futebol em outros campos pelo mundo, no ano passado foram 800 jogadores saindo para 82 paises diferentes do globo.
Os motivos são muitos, como melhores oportunidades de se chegar a ganhar um bom salario com o futebol, já que a concorrência no Brasil é muita. Melhores salários, nisto boa parte do mercado asiático vem oferencendo aos jovens brasileiros, assim como o Oriente médio, que também esta na rota de vários atletas.
Mas um fato curioso para a proxima copa, é a quantidade de brasileiros que estaram em campo sem ser com a camisa brasileira.
De nomes certos para 2006 já temos 10 brasucas que vão atuar por outras nações, 7 jogadores e 3 tecnicos, são eles: Alex (Japão), Franciluido (Tunisia), Zinha (México), Clyton (Tunisia), Eduardo da Silva (Croácia), Kuranyi (Alemanha) e Deco(Portugal), os tecnicos são : Zico (Japão), Scolari (Portugal) e Alexandre Guimarães (Costa Rica).
Muitos deles foram naturalizados recentemente, em busca de participar da copa, já que uma vaguinha na seleção brasileira está muito disputada.
Destes, aqule que me deixa triste em ver sem a camisa canarinha com certeza é o meia Deco, que vem mostrando um belissimo futebol e com certeza será uma das armas portuguesas para o mundial.
Além destes jogadores temos tambem os jogadores da seleção de Togo, que são
Romao, Farias, Ferreira e Jerferson de Souza, mas não podemos confirma a ida deles para a copa, já que o site oficial da FIFA não dá nenhuma informação precisa sobre estes jogadores.

C.F. União da Madeira completa 92 anos


CF União completa 92 anos a 1 de Novembro.

Um grupo de desportistas "dissidentes" do União Marítimo, liderado por César da Silva, fundou, no dia 1 de Novembro de 1913, um clube que haveria de se notabilizar com o decorrer dos tempos. Primeiro com a designação de União Futebol Clube e, posteriormente, com o nome que ainda hoje ostenta: Clube de Futebol União.

Nascendo com "sangue" da zona do Almirante Reis, o C.F. União teve a sua primeira sede social na Rua de Santa Maria, e, como o seu nome indica, a colectividade foi fundada para a prática do futebol.
Numa época em que o desporto que se praticava não se encontrava devidamente organizado, coube aos responsáveis do clube a liderança de formar um movimento associativo de forma a que a época desportiva fosse devidamente programada, nascendo assim aquela que é a actual Associação de Futebol da Madeira.
Sendo o "desporto-rei" a modalidade predilecta do clube, não admiraria que os êxitos desportivos começassem a surgir, não só na região como também além-fronteiras. Assim, no campeonato de Portugal de 1927, o C.F. União esteve mesmo à beira de vencer a final frente ao Benfica, sendo este um bom prenúncio para o que haveria de se seguir.
Nos bons "velhos tempos" do futebol regional, onde coexistia um "senhor" chamado C.S. Marítimo, o C.F. União conseguiu a bonita proeza de ganhar sete anos consecutivos, da temporada 1955/1956 até à morte do "borrego" na época 1962/1963.
Falar do passado futebolístico do União é recordar nomes de destacados dirigentes, treinadores e jogadores que passaram pela colectividade, deixando os respectivos nomes escritos a letras de ouro. Passos, Pedro Sousa e Gavião foram jogadores de alto gabarito que jogaram no clube e representaram a selecção das "quinas", com o primeiro a merecer a honrosa consagração de capitanear a selecção de todos nós.

Escola do "mestre" Medina fez furor nos anos 50

Nos anos 50, um espanhol natural de Canárias foi o grande mentor e impulsionador de uma escola de futebol de sucesso reconhecido. Pegou num grupo de jovens que disputava os torneios do Almirante Reis e fez dele um grupo de campeões, donde se destacaram Tiago, Elmano, Abelinha, Inácio, Amândio, Chino, Luís Angélica, Ferdinando, Filipe, Salinhos, entre outros. O seu trabalho foi considerado importante ao construir um dos viveiros de jogadores mais importantes de Portugal que a melhor forma de homenagem foi vinculá-lo ao próprio hino do clube: «O União ensina, tem a escola do Medina e sabe de que é capaz». Mas não só de futebol viveu o União ao longo da sua existência, já que o andebol, o voleibol, o basquetebol e o hóquei em patins da " Quinta Vigia" repartiram êxitos. Mais recentemente a esgrima, através do seu atleta Marco Gonçalves, também tem sabido levar o nome do clube além-fronteiras.

Programa de aniversário:

A homenagem a sócios e dirigentes com um passado recente de dedicação ao clube e a apresentação de novos projectos - com destaque para o desejado Pavilhão - marcam o programa comemorativo do 92º aniversário do Clube de Futebol União, que se celebra no próximo dia 1 de Novembro no complexo do clube na Camacha.
No que toca ao programa comemorativo, inicia-se às 8.00 horas com o hastear da bandeira na sede e no complexo do clube, seguindo-se, meia hora depois, uma romagem aos cemitérios de São Martinho, Santo António, São Gonçalo e Monte, onde serão homenageados os sócios e atletas já falecidos.
Às 9.00 horas será celebrada uma missa na Sé Catederal, e a partir daí a actividade será concentrada no complexo, onde decorrerá durante todo o dia um arraial popular com barracas de comes e bebes, complementado com diversas actividades desportivas.
Vários jogos de futebol preenchem o dia, merecendo destaque a já falada homenagem a sócios e dirigentes, agendada para as 14.30. O ponto alto em termos de animação musical está agendado para as 21.00, altura em que irá actuar o cantor Emanuel e seus bailarinos.
Venham todos a esta festa do União da bola, estão todos convidados.

Futebol Virtual - Sensible Soccer

Pois é. Após realizar uma análise do PES5, todos se calhar esperariam que o próximo jogo a postar seria o FIFA06 pois configura-se como o grande rival da actualidade de PES, mas não. Desta vez falarei do simplesmente genial Sensible Soccer.

Sensible Soccer surgiu em 1992 como uma nova abordagem aos jogos de futebol da altura apresentando uma jogabilidade tipo KickOff, ou seja, em que a bola não fica colada ao pé do jogador. De inovador, SS apresentou dezenas de clubes de vários continentes, e várias modalidades de jogo tais como taças, ligas e amigáveis.
O que tornou SS um jogo de culto durante os anos 90 e ainda hoje foi a inexplicável simplicidade que incutia um vício e uma vontade de jogar e jogar sem parar que ainda hoje nos faz pensar nostalgicamente no jogo e correr ao site http://www.the-underdogs.org/ para o reviver apesar das máquinas actuais e refiro-me aos PC´s serem 1000 vezes superiores ao necessário. Recordo no entanto que mesmo na altura em que o jogo saiu não era necessário grandes evoluções actualizações de hardware.Especificamente falando no jogo, os jogadores apresentam-se como pequenos bonecos em que apenas mudam a cor do cabelo, pele e equipamento e mexem apenas as pernas e levantam os braços para comemorar os jogos. Estes últimos têm uma duração de 5 min. e decorrem a uma velocidade vertiginosa com passes simples, diagonais e remates com muito efeito senão é muito dificil marcar golos. Existem apenas as teclas direccionais e a tecla de remate que funciona como remate quando pressionada e mantida a pressionar. E é isto. Simples mas para quem conhece, VICIANTE!!!Em 1992/93 saiu ainda a actualização do jogo ainda com o mesmo nome e em 1994 saiu sim a grande e majestosa versão deste jogo. Sensible World of Soccer. Neste podíamos jogar todos os campeonatos europeus e digo mesmo todos!!! Além dos campeonatos asiáticos, americanos e sul-americanos, oceânia, tudo. Todas as equipas destes campeonatos todos e todos os jogadores. Até um primo meu de seu nome Ladeira aparecia como junior no Marítimo na altura. Graficamente houve uma pequena evolução surgindo diferentes condições climatéricas influenciando os carrinhos e o deslizar da bola, apareceram algumas sombras e os fotógrafos atrás da baliza entre outros.
O principal modo de jogo possibilitava fazer a gestão de uma equipa à escolha de um campeonato à escolha e levá-la ao topo. Entretanto se fôssemos mesmo bons outros clubes de outros campeonatos poderiam requerer os nossos serviços oferecendo diferentes propostas que eram essencialmente o dinheiro disponivel para comprar jogadores. O topo era alcançado quando a Selecção do nosso país ou outra queria os nossos serviços como seleccionador e nos tornávamos campeões do mundo.
Em 1995 saiu a versão actualizada do SWOS e ainda nesse ano surgiu SWOS European Championship Edition com algumas melhorias a nível gráfico e a hipótese de jogar o apuramento para o Europeu de Inglaterra e posterior campeonato.
Em 1996, 1 997 sairam as actulizações desses anos e finalmente em 1998 saiu a versão mais melhorada mas a mais fraca do jogo. Melhorada porque foram muitas as alterações a nivel grafico e de jogabilidade retirando todo o prazer que se tinha em ver aqueles bonequinhos que só mexiam as pernas e braços a correr que nem desalmados.

Em 2005 saiu uma versão para telemoveis mas a qual nunca experimentei.

Enfim, muita nostalgia ao escrever este post sobre provavelmente o jogo mais simples e mais viciante de futebol alguma vez criado. Recomendo vivamente nem que seja para saber a realidade dos jogos nos anos 90.

Positivo .. mas impedidos de chegar mais longe!!


O Beira-Mar empatou no Barreiro, frente ao Barreirense por 0-0. Resultado que se pode considerar positivo , devido ao estado do relvado , que se apresentou em condições muito deficientes , prejudicando os jogadores mais tecnicistas , e neste particular o Beira-Mar saiu claramente mais “prejudicado” . Positivo também porque, nos apresenta-mos no Barreiro , bastantes desfalcados de vários jogadores , entre os quais destaco três elementos extremamente importantes , na manobra ofensiva da equipa , Zé Roberto , que é o motor ofensivo da equipa , Miran um cabeceador exímio , que tanta falta faz em terrenos como este , e Luís Vouzela o operário defensivo do meio campo. E ainda positivo , porque defronta-mos uma boa equipa, bem organizada e disciplinada tacticamente, moralizados pelo brilhante empate conquistado frente ao Olhanense. Em relação ao jogo , em que o Beira-Mar assumiu as “despesas” do mesmo durante maior parte do encontro, pertencendo-lhe as melhores jogadas , criando três oportunidades de golo por Roma aos 26 e 39 minutos e por Jonathan aos 35 minutos . O Barreirense apostado em responder em contra-ataque , criou uma excelente oportunidade por Marco Bicho , que Pavel Srnicek respondeu com uma fantástica defesa. Na segunda parte o Barreirense entrou com outra disposição, jogando futebol rápido, ofensivo e extremamente «alegre» , que trouxe outra qualidade ao jogo , valendo ao Beira-Mar no primeiro quarto de hora a eficácia e a qualidade da sua defesa. Constituída por Ricardo como lateral direito, Alcaraz (que inicio de época fantástico , que lhe vale até agora o interesse do FC Porto) e Marco, como centrais e Tininho(a confirmação deste grande jogador) como lateral esquerdo. Após esse quarto de hora dominado pelo Barreirense , o Beira-Mar voltou a equilibrar o jogo, até que aos 87 minutos aparece o carrasco do Beira-Mar , de seu nome Paulo Costa . Rui Lima escapa pela direita numa jogada individual , servindo Roma que ao entrar na pequena aérea com a bola dominada é derrubado , Paulo Costa em cima da jogada inexplicavelmente, nada assinalou. Ninguém no estádio teve dúvidas( e quem as teve pode tirá-las após ver a gravação do resumo na tv) ... nem mesmo os adeptos do Barreirense , que ao verem aquele lance “responderam” com um silêncio comprometedor , e alguns sorrisos. Foi o momento de gloria deste Senhor Paulo Costa , que ainda decidiu “brindar” Tininho e Baldé com cartões amarelos de uma forma surreal . Uma derrota seria injusta para o Barreirense , mas injusto também foi o erro da arbitragem que impediu que a minha viagem de regresso tal como dos restantes Aveirenses , fosse mais alegre. Apesar deste empate o Beira-Mar reforçou a liderança na 2º Liga com 18 pontos ,o Covilhã aparece na 2º posição com 17 pontos.


Sinal Mais:

Rui Lima , a melhor exibição desde que chegou ao Beira-Mar .

Baldé , formado nas escolas do Beira-Mar , não se assustou pela importância do jogo , e trouxe outra alegria ao mesmo.


Sinal Menos:

Paulo Costa, foi o protagonista deste jogo , a sua arbitragem ajuda a explicar o descrédito que as instâncias do futebol internacional têm na arbitragem portuguesa. Lamentável...

Estrela Vs Nacional

Primeira derrota em casa, do Estrela Amadora.
Toni voltou a por Amoreirinha, um central, na esquerda e desta vez sem Mauricio recuou Pedro Simões para defesa central. Continuo sem perceber estas opções, enfim...

De resto e jogando no seu habitual esquema, com Manu e Semedo nas alas, faltou novamente, uma referência na area. Ainda assim, Rui Borges que faz de falso-ponta de lança, não se cansou de criar jogadas de perigo na frente de ataque.
Aos 14’, um remate de cabeça do médio levava selo de golo, mas acabou por ser desviado pelas costas de Manu. Seis minutos depois, o mesmo Rui Borges voltou a ter espaço para rematar para golo, mas o cabeceamento saiu ao lado, quando algumas pessoas já gritavam golo.
E aos 41 minutos, o Nacional, que até então tinha visto o Estrela jogar, marcou na primeira oportunidade de que dispôs, o que para os lados dos Amadorenses começa a ser um habito, tanto pelos minutos a que sofre o golo, sempre a terminar a primeira parte como o facto de ser sempre contra a corrente de jogo.
Na segunda parte, a toada manteve-se com o Nacional a limitar-se a gerir o resultado.
Já o Estrela voltava a falhar na finalização, sendo Semedo o maior exemplo da desinspiração dos amadorenses que aos 58minutos, depois de fintar dois adversários e apenas com o guarda-redes pela frente não fez melhor do que rematar ao lado.
Entretanto passados poucos minutos nova surpresa do treinador Toni, tirando o defesa esquerdo improvisado e pondo o texugo argentino em campo. Há coisas que sinceramente custam a compreender, só acredito que tenha posto este jogador por ter sido pressionado por algum empresário ou pelo presidente, ou enão foi uma forma de desacreditar completamente o jogador para aqueles que apostaram nele (empresário ou presidente).
Mal vi a substituição apeteceu-me sair do estádio, fiquei, mas Goulart fez-me esse favor aos 76 minutos, na unica jogada de ataque da segunda parte e com um falhanço inacreditável da defesa, mais um, fez golo e ao mesmo tempo fez-me ir embora, não valia a pena continuar mais pelo que se via em campo. É a primeira vez em muitos anos que saio do campo antes do apito final e muito antes.


Nota positiva:

  • Nacional tem um bom colectivo, que toda a gente teima em desvalorizar não sei porquê. Já o ano passado esta equipa ganhou nas Antas por 4-0 e em Alvalade por 4-2, e só souberam dizer que foi um dia mau dos grandes, coisa mais errada. Ganhou ainda 5 pontos ao FCPorto a época passada e 6 ao Sporting e a meu ver foi a equipa que "deu" ao titulo ao Benfica até porque perdeu os dois jogos com eles.

  • Destaque para os muito elementos na claque tricolor e pelo o apoio à equipa, do inicio ao fim do jogo.
Nota negativa:

  • A forma como falhamos golos de baliza aberta e como os sofremos com erros da defesa.


Nota muito negativa:

  • O porquê da entrada do texugo?


[Estrela]


-------------///////////-------------


Um Nacional à italiana...

Naturalmente que não vi o jogo e apenas posso tirar ilações do que ouvi no relato.Parece que tivemos na Reboleira um Nacional à italiana.
Foi uma equipa fria e calculista, à imagem do seu treinador, que fez frente ao maior pendor ofensivo do Estrela. Sem dúvida que eles dominaram o encontro e tiveram maior número de oportunidades, mas ao futebol aveludado do Estrela, respondeu o Nacional com a frieza da concretização. A sorte que não teve noutros jogos, teve-a hoje, no entanto não é à toa que os nacionalistas ainda não sofreram qualquer golo nos jogos fora.
As equipas de Manuel Machado podem não jogar sempre bonito, mas depois de anos em que vi o Nacional a jogar bonito e a perder jogos, quase que prefiro assim, que joguemos menos para o espectaculo mas que os pontos vão acumulando e os objectivos se aproximando.

O futebol não é uma questão de justiça (se assim fosse, não teria piada, pois venceria sempre quem merece) e sim uma questão de marcar mais golos que o adversário e é com essa analise fria que podemos dizer que o pragmatismo de Manuel Machado venceu e bem na Reboleira. Depois de enfrentar dois dos grandes e algumas equipas muito incómodas e ainda assim continuar com os mesmos pontos do 2º classificado, prova que esta equipa mete respeito.
Para já e com 9 jogos realizados, temos quase metade dos pontos que provavelmente serão suficentes para a manutenção... alcançada essa meta, então poderemos sonhar com outros voos. Parabéns ao Estrela pelo brio posto em campo.

[Tito Velosa]

Boavista - Sporting Primeira parte de Leão e Segunda de Pantera!!!

[Visão da Pantera]

Grande Grande Boavista!! Proporcionou um grande jogo de futebol e felicidade a todos os axadrezados que se deslocaram ao Bessa!!

O Boavista entrou no jogo com a convicção de praticar um bom futebol e jogar o jogo pelo jogo!! Criou duas grandes oportunidades pelo Fary, em grandes jogadas colectivas e isso é um dos principais aspectos a salientar nesta equipa!! Trocas de bola ao primeiro toque, rapidas mudanças de flanco, e muita muita entrega! (Futebol que ha um ano, seria uma miragem!!)
A meio da primeira parte, dois baldes de água fria gelaram o Bessa, nos primeiros remates do Sporting á baliza de Carlos. O primeiro, uma boa jogada individual com sorte no ressalto, e o segundo na sequencia de um canto duvidoso, onde Beto(que faz a assistencia para Liedson) se apoia em Cadu. Os golos afectaram o Boavista que só se voltou a encontrar no final da primeira parte...

A segunda parte foi totalmente do Boavista, chegando mesmo a vulgarizar a equipa do Sporting!! JVP com um fenomenal desvio de cabeça, a centro de Zé Manel, fez acreditar que seria possivel a reviravolta no marcador, logo no primeiro minuto!! Zé Manel que tambem está no inicio da jogada do empate com um remate potente, a obrigar defesa para a frente(onde so estavam jogadores do BFC) de Ricardo, e onde facilmente apareceu William Souza a empurrar pra golo!! Depois do empate o BFC continuou á procura do golo da vitoria, e teve algumas hipoteses para o fazer. Com o passar dos minutos o meio-campo começou a ceder, com Tiago e JVP estourados, foi Lucas que se superiorizou a todos os adversarios(incrivel a forma fisica deste jogador, o que ele correu...). O jogo chegou ao fim com um empate... justo?? Talvez!! Mas a vitoria do Boavista não caia nada mal...

De salientar o futebol praticado pelas duas equipas... o Sporting nunca procurou pegar no jogo, nunca procurou um futebol continuado de ataque e quem teve no Bessa hj, ficou claramente com a ideia de que esta equipa não tem alma, nem raça!! Há qualidade, isso ve-se claramente, mas muita pouca vontade de correr e de trabalhar!! Pelo contrario o Boavista mostrou uma raça imensa, um coração que parecia não acabar!! Pressionou no campo todo, jogou um futebol de ataque, que todos nos gostamos e se é o jogo de hoje, foi um bom espectaculo, temos que o agradecer a Carlos Brito que jogou sempre pra ganhar!! Este futebol alegre e divertido, a que já não estavamos habituados deixou os adeptos felizes e tenho a certeza que hoje mesmo sofrendo uma derrota, os jogadores sairiam de campo com um forte aplauso dos adeptos!!

A jogar assim vamos conseguir os nossos objectivos!! Força Boavista!!

[SnowHouse]

-------------\\\\\\\\\-------------


[Visão do Leão]

Boavista e Sporting no Bessa a dois golos em encontro da 9ª Jornada da 1ª Liga.
Com uma entrada de rompante, os axadrezados tomaram conta do jogo e não foi surpresa que aos 17 minutos, depois de uma bela jogada e um excelente cruzamento de João Pinto, Fary remata para a defesa da noite protagonizada por Ricardo.
Aos 22 minutos, e contra a corrente do jogo, Nani faz uma jogada de “mágico” e abre o marcador com um “golão”. Depois de deixar para trás três jogadores adversários, remata fora do alcance de Carlos.
No minuto seguinte, Douala remata cruzado para defesa de Carlos que cede canto na direita, do qual nasce o segundo golo do Sporting (24min). Cruzamento de André Marques, beto sobe mais alto que a defesa axadrezada, fazendo a assistência para Liedson que não perdoa frente à baliza. Aos 35 minutos, grande penalidade cometida por Hélder Rosário sobre Nani que o arbitro João Ferreira não assinalou.
Com uma alteração ao intervalo (Zé Manuel por Guga) o boavista entra outra vez melhor e aos 46 minutos reduz para 1-2. Cruzamento de Zé Manuel na esquerda e João Pinto a desviar para o fundo da baliza.
Aos 55 William Souza aproveita uma defesa incompleta de Ricardo a remate de Zé Manuel, para fazer o 2-2.
De realçar o regresso de Rogério ao lado direito da defesa leonina, e a entrada de Miguel Garcia para o eixo da defesa.
Melhor do Boavista – Lucas e Zé Manuel
Melhor do Sporting – Nani e Ricardo

Arbitro – João Ferreira (Setúbal)

[Ricardo]

Mais uma chapa 3!


O milagre de Jesus continua. Depois de uma seca descomunal para os lados do Lis, vieram enxurradas de golos. Literalmente, não seria uma boa notícia, mas aplicado ao futebol da União de Leiria assenta que nem uma luva. Já lá vão os tempos do treinador (pelo menos era assim que o apelidavam...) José Gomes, em o União envergonhava a cidade e o futebol português. Assim que Jorge Jesus assumiu as rédeas do emblema, os jogadores ganharam outro ânimo e decidiram começar a demonstrar o seu talento e dedicação. Para quem julga que o treinador tem pouca influência no rendimento dos jogadores, está aqui uma prova cabal. Chegou o messias e a equipa facturou mais golos num jogo, do que nos anteriores todos juntos. Apesar da derrota para a taça contra o líder Braga (que pode distanciar-se ainda mais hoje), o Leiria mostrou empenho, perdendo apenas no prolongamento. De resto, chapa 3 nos últimos 3 jogos da Liga: é obra!
Ontem a vítima foi o Gil Vicente, que apesar de ter atirado algumas bolas ao ferro, não teve fulgor suficiente para levar de vencida a turma leiriense, que através de Harrison e Miramontes (até que enfim!) a distribuir jogo, com Maciel e Lourenço a grande velocidade, e com Ferreira desiquilibrador no meio dos centrais gilistas, voltou a facturar 3 golos e a somar mais 3 pontos na Liga 2005/2006. Para a contabilidade fica o bis de Lourenço e o golo de Maciel.
Para a semana o Leiria desloca-se ao Alvalade XXI, na tentativa de aproveitar o (ainda) mau momento do Sporting. Desta vez não são precisos três golos...

domingo, outubro 30, 2005

Campeonato de juniores zona sul

louletano- 1 abrantes-3

estrela.1 barreirense-0

estoril - 1 sporting- 0

setubal-1 união da madeira-0

alverca-0 belenenses-2

benfica-3 casa pia- 2

oeiras-2 corroios-1


Na zona sul do campeonato de juniores uma especial refenrencia para a 1ª derrota do sporting neste campeonato pois caiu no estoril.
Outro facto de salientar é que o belenenses e o benfica aos poucos estão começando a recuperar, enquanto a minha equipa o União da Madeira averbou o segundo desaire consecutivo o que não é nada positivo, mas melhores dias virão.
Um outro facto de salientar é a carreira do oeiras clube que esta epoca chegou á 1ª divisão de juniores e está em 2º lugar.

SCBraga – CF Belenenses

O SCBraga recebe esta segunda-feira o CF Belenenses, às 20h30 no Estádio Municipal, em jogo a contar para a 9ª jornada da Liga.

O Treinador, após a conferência de imprensa do jogo que ditou a passagem à V Eliminatória da Taça de Portugal, na passada quarta-feira, fez transparecer, mais uma vez, o desejo dele e do grupo de trabalho, em ter um “estádio cheio e vestido de vermelho”. Espera-se que este desejo seja uma realidade, pois só com o apoio de todos será possível continuar o engrandecimento deste nosso grande Clube.Em relação à conferencia de imprensa de antevisão ao jogo, Jesualdo Ferreira referiu-se à turma do CF Belenenses como uma “equipa muito boa a quem as coisas não têm corrido bem”. Esta situação acabou por afastar, segundo Jesualdo Ferreira, um “excelente Treinador”, e vai agora estrear-se em Braga o novo Técnico da equipa lisboeta e embora as “capacidades dos jogadores sejam as mesmas, existem é factores reactivos e uma capacidade de reacção diferente por parte dos jogadores.” Jesualdo Ferreira sabe que o jogo da passada quarta-feira foi muito desgastante, mas a equipa está “motivada e espero os atletas recuperados do desgaste”.

A uma questão relacionada com os cada vez mais audíveis elogios ao SCBraga, Jesualdo Ferreira disse que os recebe “como sendo o rosto de uma equipa, mas têm que ser divididos por muita gente. É o resultado de uma SAD estável, liderada por um Presidente dinâmico e com capacidade para ser líder de um Clube grande, assim como a qualidade da equipa técnica e do departamento médico. É isto tudo junto que faz uma equipa boa.”


Jesualdo Ferreira convocou 19 jogadores para o jogo SCBragaCF Belenenses, a realizar no Estádio Municipal de Braga, pelas 20h30 de segunda-feira, dia 31 de Outubro.O maior destaque desta convocatória vai para o regresso aos eleitos de Césinha, que esteve ausente durante cerca de dois meses por lesão.
Aqui estão os 19 convocados:

1- Paulo Santos
24- Eduardo
22- Abel
3- Paulo Jorge
4- Nem
37 – Paulo Monteiro
5- Jorge Luíz
23- Madrid
20- Luis Filipe
45- Filipe
88- Vandinho
14- Castanheira
10- Jaime Jr.
9- João Tomás
33- Maxi
11- Césinha
7- Davide
30- Cândido Costa
16- Sidney

SCBraga.com

Djurgarden vence Taça Feminina da Suécia

Umeå IK: Sofia Lundgren, Anna Paulsson, Karolina Westberg, Maria Bergkvist, Malin Moström, Maria Nordbrandt, Anna Sjöström, Hanna Ljungberg, Elaine, Marta, Frida Östberg
Djurgården/Älvsjö: Maja Åström, Helén Fagerström, Elin Ekblom, Sara Thunebro, Kristin Bengtsson, Linda Fagerström, Anna Hall, Victoria Svensson, Jenny Curtsdotter, Ann-Marie Norlin, Therése Brogårde

Golos
28’ 0 - 1 Auto-golo de Elaine
34’ 0 - 2 Victoria Svensson
70’ 0 - 3 Sara Johansson
88’ 1 - 3 Anna Sjöström


O Djurgården/Älvsjö venceu a Taça Feminina da Suécia após bater o Campeão Umeå IK . Perante 1372 pessoas que se deslocaram ao estádio Råsunda em Estocolmo a equipa fundada em 2003 da junção de dois clubes, o Djurgården e o Älvsjö, repetiu assim o feito da época passada, ano em que venceu o seu rival por 2-1.





Vejam aqui os golos da equipa vencedora.

Queremos ver em campo respeito pelo Belenenses!!!

Amanhã, o Belenenses, como novo treinador de seu nome José Couceiro, desloca-se a Braga para disputar uma partida de futebol que tem inicio às 20:30, no estádio municipal de Braga.
Do lado azul, todos sabemos que a equipa de Belém encontra-se em crise resultados, 5 derrotas consecutivas é obra e a ultima delas com um clube de uma divisão inferior (Desportivo das Aves). O cenário é negro e José Couceiro tem muito trabalho pela frente, será que vai conseguir moralizar a equipa e fazê-la regressar às vitórias??? Para já, Couceiro, é modesto quando se trata de objectivos (“Não vou prometer nada. A situação complicou-se, mas vamos pensar em ganhar todos os jogos. No final fazemos as contas.”). Veremos até onde irá o Belenenses com o Couceiro…
A estreia do treinador Belenenses não vai ser nada fácil, defrontar o 1º classificado e para a ajudar à festa, em casa do mesmo. Eu não acredito numa vitória azul como penso que ninguém acredita, mas às vezes há surpresas… Espero, pelo menos, que o Belenenses pratique bom futebol. Quanto ao Braga, palavras para quê??? É um adversário fortíssimo, que joga bem à bola e GANHA.
Ao universo azul deixo-vos esta mensagem: Nunca desistam de acreditar. É quando as coisas estão mal que temos que ser mais fortes e superá-las. Ai se amanhã eu pudesse entrar em campo…

FCP - Vitória Setúbal

Fim de tarde com muita chuva e vento na Cidade Invicta mas, ainda assim 29.317 deslocaram-se até ao magnífico Estádio do Dragão para assistir a um jogo do FCP.

De facto, equipas como esta do Vitória de Setúbal têm aquilo que fazem por merecer, isto é, não recebem dinheiro da entidade patronal porque simplesmente não jogam! Eu acho muito bem que estas equipas quando joguem contra o FCP defendam, mas por favor espero igualmente que tentem também jogar futebol e que se "divirtam" com a bola...

O Vitória de Setúbal só não perdeu porque do outro lado esteve uma equipa muito inconstante e que, incompreensivelmente na última meia-hora, limitou-se a bombear bolas para a área sadina.

Durante a 1ª parte do jogo o FCP praticou bom futebol, criou muitas chances para se adiantar no marcador mas, como já vem sendo hábito, os seus jogadores esbanjaram sempre as oportunidades, algumas delas escandalosas. Assim Hugo Almeida e Lucho Gonzalez foram os réus principais e, por outro lado Moretto o herói.

A 2ª parte não trouxe nada de novo da parte dos sadinos, contudo veio o FCP com uma novidade. Os portistas apareceram apáticos, sem chama, muito lentos e aparentemente sem vontade de lutar contra as adversidades... Isto sim irritou-me muito!

Desta forma, Norton Matos teve uma 2ª metade bem mais descansada, as suas torres lá atrás devem estar cheios de dôr de cabeça, pois foram tantas as bolas que eles cabecearam e, por outro lado Co Adriaanse deve andar com a cabeça à roda, já que veio no final do encontro para a conferência de imprensa dizer que para este jogo o FCP precisava de mais criatividade e deve-se ter lembrado que deixou de fora Ibson e Diego...! Enfim, continuamos a dar tiros nos pés como na época passada...

Por fim uma pequena nota para o árbitro da partida de ontem. Quantas mais entradas como aquela do Ricardo Chaves sobre o Ivanildo serão precisas fazer sobre os jogadores do FCP para os adversários serem expulsos com cartão vermelho directo? E o lance sobre Jorginho, o que será que esse Sr tem coragem de dizer acerca desse lance? Estava mal colocado...?! A sua sorte é que eu ainda consigo estar bem mais aborrecido com o momento de forma do meu clube, pois caso o FCP estivesse bem, nem esta arbitragem escandalosa nos teria impedido de conquistar os 3 pontos...

"Medo de quem, Koeman??"

Pois é, o Benfica aprendeu uma valente lição(e espero que tenha aprendido de vez), Koeman nas suas declarações disse que não pretendia conhecer Manuel Cajuda nem lhe interessava conhecer, ora, Sr. Koeman, isto já começa a ser simplesmente arrogância a mais da sua parte, e tenho que dizer que o Benfica ao sofrer o golo da Naval, foi muito bem feito, porque afinal de contas, Koeman foi arrogante, mas depois quem ficou mal foi ele, é muito bem feito, e ainda teve sorte de não perder o jogo.

Já no que diz respeito ao jogo em si, foi um jogo, simplesmente muito mal jogado, com mau futebol praticado pelas duas equipas, há que se dizer que as condições para para jogar também não foram as melhores, talvez se não tivesse chovido durante o jogo todo as coisas corressem melhor, mas o que é certo é que foi um jogo de mau futebol, com péssimos passes ( excepções do golo da Naval, do Benfica e daqueelas fintas do Karyaka), enfim..., se não fosse o meu Benfica a jogar eu já estaria a dormir mesmo no decorrer do jogo.
A primeira parte do jogo foi talvez a pior, já que os golos não apareceram, e por muito que as equipas tenham tentado rematar, estes não saíam nada bem.
Já no que diz respeito á segunda parte as coisas alteraram em relação aos golos, mas nada em relação ao resto do jogo, a Naval marcou primeiro por intermédio de Bruno Fogaça, numa grande jogada do melhor marcador da Naval, e há que dar razão á claque da Naval quando perguntava a Koeman o seguinte: "Medo? De Quem?", pois, Manuel Cajuda não demonstrou medo e soube defender na hora que o Benfica apareceu mais pressionante, deixou entrar um golo, é certo (e quem havia de ser??? Nuno Gomes outra vez!!E lá vão 9 golos em apenas 9 jogos!!), mas a Naval ainda assim soube defender no mínimo o empate, o que já é um bom resultado para a equipa de Manuel Cajuda.

sexta-feira, outubro 28, 2005

SCBraga – CF Belenenses: Sócio! Traz um amigo para o jogo

Promoção SCBraga: Sócio, por mais 5 Euros traz um amigo!

O SCBraga está a fazer uma promoção para o jogo SCBragaCF Belenenses, a ter lugar na próxima segunda-feira, dia 31 de Outubro, pelas 20h30, no Estádio Muncipal de Braga.Tal como foi já expresso muitas vezes pelo Presidente António Salvador e pelo Treinador Jesualdo Ferreira, “queremos o Estádio cheio”.

Foi, sem dúvida a pensar neste lema que a Adminsitração da SAD bracarense decidiu fazer uma promoção para este jogo a contar para a 9ª jornada da Liga 2005-06.
O preço do bilhete para os Sócios do Sporting Clube de Braga é de 5 Euros, e por mais 5 Euros podem trazer um amigo. Esta não é uma iniciativa nova, mas desta vez, se tomarmos em consideração o momento desportivo, só se pode augurar uma grande enchente no Municipal de Braga.Refira-se ainda que os associados detentores de Cadeira Anual podem também usufruir desta promoção, mas tendo sempre em consideração que o acompanhante não poderá ficar na área destinada aos lugares anuais.

Mas aqui, o importante é que estajam todos no Estádio a apoiar a nossa equipa.Não falte, vamos todos pintar o Municipal de vermelho!

SCBraga.com

Sport Clube Beira-Mar

Viva!

Cá estou para fazer uma pequena apresentação a todos os leitores do Futebol De Ataque. Chamo-me Filipe, tenho 23 anos e sou natural de Aveiro. Sou sócio do Sport Clube Beira-Mar há 8 anos , seguindo a equipa para todo o lado. E é na qualidade de sócio e simpatizante do Beira-Mar , que decidi participar neste Blog . Tentarei fazer uma análise justa e verdadeira , a todos os jogos , bem como aos problemas que existem na 2º Liga . Começando pelo próximo jogo Barreirense Vs Beira-Mar .

Um abraço a todos e um bom fim-de-semana desportivo.

Penafiel-Académica, Duelo de Aflitos

Este vai ser o verdadeiro jogo de aflitos... Um Penafiel ferido no orgulho, contra uma Académica irregular.

Não quero fazer muito uma antevisão do jogo em si, até porque quase de certeza não se vai assistir a um grande jogo de futebol, antes a um jogo com mais coração do que cabeça. Mas não posso deixar de referir que historicamente o Penafiel normalmente faz bons jogos frente à Académica. Lembro-me de há uns anos (não muitos), na 2ª Liga, o Penafiel até ter goleado os estudantes por 6-0 numa das melhores exibições de sempre de uma equipa nesta cidade... Em 5 jogos realizados até hoje na 1ª Liga portuguesa entre as duas equipas, em Penafiel, a equipa da casa venceu 3, empatou 1 e perdeu outro. A equipa rubro-negra já não perde há 20 anos em casa com a Académica. :-)

Queria também debruçar-me sobre outro assunto, muito mais delicado, que provavelmente a maioria das pessoas desconhece visto que não é de Penafiel, nem acompanha a equipa com assiduidade. Desde início da época assiste-se a um alheamento por parte de António Oliveira dos assuntos diários da equipa de Penafiel. Isto, aliado à praga de lesões que o plantel tem desde início da época e à saída de jogadores muito importantes como Wesley, Sidney e Clayton, faz com que a situação actual do Penafiel seja insustentável. Atrevo-me mesmo a dizer, a muitos meses do fim do campeonato, que a descida de divisão é inevitável. E para quem acompanha o Penafiel, a culpa é fácil de encontrar: é da quantidade de dirigentes incompetentes que neste momento estão à frente do clube, fazendo a gestão diária do clube, e que originaram inclusivé o "divórcio" entre muitos sócios notáveis do clube e o próprio clube, afastando-se do mesmo. Por isso sosseguem amigos adeptos dos clubes que lutam para não descer... um dos lugares já está garantido... Sò sobram 3...

[NSC]

Em jogo vão estar frente a frente o último classificado, o Penafiel com 2 pontos, e do outro lado a Académica em 15º com 8.
O Penafiel vem de uma eliminação escandalosa na Taça de Portugal frente ao modesto Lixa por 4-0. Luís Castro, técnico dos rubro-negros admitiu mesmo a vergonha no resultado e afirmou que o Penafiel tudo vai fazer para limpar a sua imagem e que se pode esperar, já frente à Académica um Penafiel de raça e de ataque com o objectívo de limpar a má imagem deixada na taça e tirar a equipa dos ultimos lugares da tabela na liga.

Do Outro lado, a Académica, depois de uma grande vitória sobre o Sporting em Alvalade, feito que já não acontecia há 40 anos, quando a equipa, então comandada por Mario Wilson se classifica em segundo lugar no campeonato nacional; não conseguiu aproveitar o elain e perde em casa com a União de Leiria por 1-3, quebrando assim uma sequencia de duas vitórias consecutivas. Os 'estudantes', no último jogo para a taça, conseguiram, no entanto, um resultado épico. Após estarem a perder por 2-0, os comandados de Nelo Vingada conseguem o empate nos descontos e conseguem, mesmo, vencer no prolongamento com um golo de bicicleta do central Hugo Alcântara.

As duas equipas vão agora, na 9ª jornada, procurar o resultado que as impulsione para uma época mais tranquila. Os dados estão lançados, domingo veremos.

[Libelinha]

Louca Liga Espanhola - Análise Atacante

Correndo o risco de me tornar repetitivo, sou obrigado a voltar a dizer que a Liga Espanhola está ao rubro. As nove primeiras equipas da classificação estão separadas por 3 pontos, imagine-se!...

Destaque da jornada para a vitória sem mácula do Deportivo por 3-1 frente ao Real. Para quem viu o jogo, ficou a sensação que ainda podiam ter sido mais. Impressionante a forma como o Real (não) joga. E é incrível como uma equipa que deveria ser das mais fortes do mundo tem no banco de suplentes jogadores que provavelmente nem nas equipas que jogam para a Europa em Portugal teriam lugar.

Em Camp Nou, a resistência do Málaga durou 35 minutos, até o árbitro ter "inventado" um penalty tão bem simulado por Ronaldinho como inexistente. Para que não se pense que é só em Portugal que os grandes são favorecidos... :-)
De resto o Barça ainda marcou um 2º golo, num jogo em que se notou claramente a falta do maestro - Deco, pois claro...

Na restante jornada destaque para as vitórias forasteiras de Sevilha em Valência por 0-2 (o Fabiano até marcou um golo, imagine-se...) e do Villareal em Sevilha frente ao Bétis por 2-3, num jogo marcado por vários casos de arbitragem, mas que serve para comprovar que o adversário do Benfica está em crescendo de forma e como tal é um adversário perigoso na próxima 4ª feira na Luz.

A classificação é liderada pelo surpreendente Osasuna, com 18 pontos, seguido pelo não menos surpreendente Getafe com 17 pontos. De seguida 3 equipas, entre as quais o Barcelona, com 16 pontos e 4 equipas com 15 pontos, entre as quais Valência e Real Madrid.

Um grande campeonato este!...

UD Leiria - Gil Vicente

Depois de uma derrota amarga (mas justa) na última 4ª feira, contra o Braga, no prolongamento, o Leiria defronta agora os "galos" de Barcelos. Apesar da derrota na Taça de Portugal, o Leiria demonstra já outra atitude, outra moral, e isso é visível no decorrer dos jogos. Obviamente, contra o Braga (lembre-se, líder da Liga), estávamos perante um desafio que lembrava David e Golias. Ironicamente, acabou por ser o "Davide do Golias" a marcar ao David do Lis. Contra o Gil Vicente espera-se um Leiria mais atrevido, com mais apetência para o golo, na tentativa de somar mais 3 preciosos pontos na luta para a manutenção. Já com o capitão João Paulo recuperado, a defesa do Leiria está avisada do maior perigo do Gil: as bolas paradas, nomeadamente através dos centrais Gregory e Marcos António. Prevê-se um jogo táctico e paciente, onde vencerá a equipa que mais maturidade demonstrar. Leirienses e adeptos do futebol: vão ao Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, apoiem a equipa e usufruam de um estádio moderno e confortável, que muitas equipas de topo gostaríam de ter!

Hattrick.org - Manager Online

Olá a todos!! Neste momento que inicio a minha participação no blog, gostaria de agradecer o convite endereçado para "defender" as cores dos Camisolas Esquesitas, o meu querido Boavista F. C.!
Mas não... não vou falar sobre o meu clube, mas sim de jogos de computador!!
Quem é o fanatico de futebol que nunca se viciou num Manager?? Muitas horas de vicio... até á exaustão! Porem, uma das grandes lacunas é a pouca interação entre jogadores. Mas algo veio revolucionar este tipo de jogos. O hattrick!!
Estou certo que ja muitos ouviram falar dele e que até alguns serão viciados,ja que somos cerca de 35mil só em Portugal e mais de meio milhão em todo o mundo!!
"O Hattrick é um jogo de futebol online, onde é um treinador de uma equipa e compete contra milhares de utilizadores de todo o mundo. Pode comprar e vender jogadores, treinar a equipa entre outras coisas. Tem regras unicas e dispares de qualquer outro jogo deste tipo." Isto é um resumo do jogo que aparece na pagina principal, mas é muito mais do que isto!!
A todos que não jogam, e que nunca ouviram falar aconcelho-vos uma vista de olhos... e quem sabe que se registem, mas muito cuidado porque provavelmente vão ficar viciados, e perder muito tempo!!
O site é http://www.hattrick.org/, visitem e bom vicio!!

quinta-feira, outubro 27, 2005

Festa da Taça no Bessa

Um grande ambiente de futebol ontem à noite no Estádio do Bessa no jogo disputado entre o Leixões e o Benfica. Todos nós sabemos a força que o Leixões tem, e a quantidade de adeptos que arrasta em todos os jogos, quer a equipa jogue contra o Benfica, quer jogue na 2ª Divisão B. Por isso só para quem não está atento ao fenómeno futebolístico em Portugal se pode ter admirado de ontem no Bessa estarem tantos adeptos do Leixões como do Benfica (8.000 de cada). Essa é para mim a primeira nota positiva.O jogo na primeira parte foi agradável, com alguns bons momentos de futebol, com naturalmente o Benfica a tomar conta do jogo e a dominar o Leixões. Os encarnados abriram o activo relativamente cedo, com um golo brilhante de Simão, mas depois deixaram-se adormecer por uns bebés de Matosinhos bastante afoitos que também conseguiram empatar num grande golo de Bruno Amaro, embora na minha opinião com alguma culpa do novel guardião da equipa, Rui Nereu.

Na segunda parte o jogo foi muito sinceramente marcado pela excessiva dureza do jogo, bem como pelas grandes pausas para assistência a jogadores do Leixões. No entanto, o Simão voltou a brindar todos os presentes com outro golo de bandeira, quase a terminar o tempo regulamentar, que fez com que não se jogassem mais 30 minutos.
De referir no entanto que o lance do Simão, apesar de ser um grande golo, é precedido de falta sobre o defesa do Leixões e como tal não deveria ter havido jogo... Estaríamos muito provavelmente a falar de mais 30 minutos de jogo, no mínimo, que na minha opinião o Leixões acabaria por justificar, pela forma briosa como se defendeu.

Viva a festa da Taça!

Milésimo Post

Pois é... Quem diria...
O Futebol de Ataque acaba de atingir os 1.000 posts colocados... Bem sabemos que é um número como outro qualquer, mas não deixa de ter algum significado... E por isso mesmo, todos estão de parabéns. Os atacantes, porque com os seus fantásticos artigos de ataque conseguiram atingir esta marca fantástica. E os leitores porque nos continuam a "aturar" e a passar por aqui diariamente, sempre ao ataque!...
Sendo assim, o Muito Obrigado pela vossa preferência atacante!... Esperamos estar aqui todos quando chegarmos ao post 1.000.000!...

Taça de Portugal: Rio Ave eliminado pelo Ribeirão

O Rio Ave foi ontem eliminado da Taça de Portugal pelo Ribeirão, sendo que o jogo terminou empatado a zero, e apenas se resolveu através da marcação de grandes penalidades.
António Sousa fez algumas alterações em relação ao que vinha apresentando no campeonato, fazendo alinhar de início Keita, Marquinhos, Evandro, Diogo, Bruno Mendes e Agostinho.
De resto o jogo não teve muita história para contar. Na primeira parte, o Rio Ave foi claramente muito superior, e até conseguiu fabricar algumas oportunidades de golo, mas mais uma vez não conseguiu concretizar as oportunidades criadas, algumas por falta de sorte, mas muitas por falta de concentração dos jogadores… diria eu… o Ribeirão limitou-se a ficar encostado à defesa, apostando no contra-ataque que raramente se viu.
Na segunda parte, António Sousa fez entrar Gama, Fábio e Chidi, em substituição de Marquinhos, Agostinho e Evandro, respectivamente. Mas a história da segunda parte foi idêntica à primeira: rio ave a tentar atacar sem saber, e ribeirão a defender como podia… outra coisa não seria de esperar quando é o próprio treinador da equipa adversária que admite que treinou a equipa para defender e levar o jogo par penal tis...
Durante o prolongamento, o Ribeirão geriu o resultado, perante um Rio Ave que parecia já acreditar que não iria marcar…ou seja, toda a gente já estava à espera dos penaltis, e aí o ribeirão deu-se melhor. Na marcação de penaltis, Niquinha, Delson e Fábio concretizaram pelo Rio Ave (Gama e Chidi falharam); enquanto Sérgio, Rego, Adriano e Paulo Vida marcaram pelo ribeirão (falhou Nelson).
António Sousa, limitou-se a descrever como uma “enorme tristeza” o afastamento prematuro da equipa, e falou em “alguma falta de sorte” na concretização: “Quem não mata, morre”.
Como adepto, fiquei triste, mas se é certo que o rio ave não merecia passar, o ribeirão também não o merecia.
Mas por outro lado, talvez seja melhor para a equipa, num ano muito complicado em que descem 4 equipas, restando apenas um objectivo: a sobrevivência na divisão maior do futebol português.

Estádio do Rio Ave Futebol Clube, em Vila do Conde
4ª eliminatória da Taça de Portugal
Espectadores: 1100
Árbitro: André Gralha, de Santarém
RIO AVE: Mora - Zé Gomes, Bruno Mendes, Danielson e Diogo Furlán - Niquinha, Delson e Marquinhos (Gama, 61m) - Agostinho (Fábio Coentrão, 72m), Keita e Evandro (Chidi, 80m).
Suplentes não utlizados: Adriano, Ricardo Jorge, Diego e António.
RIBEIRÃO: Litos - Bruno, Hélder, Lemos e Nélson - Varela, Luís Cláudio e João Cruz (Rêgo, 95m) - Rui Filipe (Adriano, 64m), Paulo Vida e Fathi (Sérgio, 46m).
Suplentes não utilizados: Nuno, Barros, Dias e Ronni.
Resultado: 0-0 após prolongamento
Marcadores: 1-0, por Niquinha; 1-1, por Sérgio; 2-1, por Délson; 2-2, por Rêgo; 2-3 por Adriano; 3-3, por Fábio Coentrão; 3-4, por Paulo Vida.
Disciplina: cartão amarelo para Niquinha (1m), Bruno Mendes (17m), Danielson (59m), Luís Cláudio (90m) e Keita (103m).

FORA DAS 4 LINHAS: Será esta a solução?

Os chamados "tombas gigantes" estão de volta à Taça de Portugal.
Sem grandes "tácticas na manga", Lixa, Ribeirão e Aves afastaram clubes da primeira divisão, o que levou a mais uma chamada "chicotada psicológica". No caso, Carlos Carvalhal, que deixou o Belenenses depois da derrota 1-0 diante do Desportivo das Aves.
Será mesmo esta a solução!?
Demitir treinadores pelos maus resultados!?
Já se tem falado mesmo, quanto tempo vai Paulo Bento durar no comando técnico do Sporting, isto é, "crucificar" já um treinador sem ele se quer ter tempo para trabalhar.
Uma coisa é certa, o novo Treinador do "Leões" tem na minha opinião cinco tarefas chaves pela frente:
1ª- Recuperar animicamente os seus jogadores.
2ª- Trabalhar os aspectos defensivos, nomeadamente coberturas defensivas e jogo aéreo.
3ª- Encontrar um verdadeiro "nº 10", que faça bem as transições defesa-ataque.
4ª- Definir o método de jogo ofensivo, isto é, se joga com dois pontas de lança, ou se joga simplemente com um.
5ª - Ter uma estrutura e um sistema táctico de inicio bem definido, e não andar em constantes e permanentes trocas.
Por isso, deixem o homem trabalhar, e não o façam "tombar" já.

Taça de Portugal-C.S.Maritimo Vs F.C.Tirsense

Olá a Todos

O jogo estava marcado para as 21h no estádio dos Barreiros, alem do pouco publico que compareceu para apoiar a sua equipa, S. Pedro resolveu aparecer tambem.

Em campo entraram o penultimo classificado da liga BETandWin e o ultimo classificado da III Divisão na sua serie.As espectativas confirmaram-se, um Maritimo atacante e dominador com um Tirsense recuado e a jogar à Grega, mas engane-se quem pense que foi sempre assim, os de Santa Maria da Feira lutaram sempre até a exaustão tentando contrariar o poderio insular.

Sempre disputado sob chuva, o primeiro tempo e ainda com o relvado praticavel, so deu Maritimo, que com alguma facilidade chegava perto da baliza adversaria pese embora estes defenderem com 9 jogadores.

Os Lances de maior perigo para a Baliza adversária resultavam de cruzamentos da direita superiormente feitos por Mancuso, livres e cantos com a chuva sempre uma constante.

Na primeira parte, iam decorridos sensivelmente 27m daI parte, um cruzamento de Mancuso origina um cabeceamento de Mitchell deixando a bola sobrar para os pés de Valnei que não perdoou e marcou o primeiro tento da partida, o ultimo da 1 parte.

Vem a segunda parte, e o diluvio começa, a chuva ganha uma gigantesca intensidade e a partir dos 56m o jogo de futebol transforma-se num autêntico filme "a la" Fellini.

Muita comedia, quedas aparatosas, bolas que teimavam ficar a "boiar" em cima das linhas laterais, bolas presas entre os jogadores e claro, muita àgua, alguma lama e muitos risos pelas cenas caricatas entre ambas as equipas, inclusive entre os jogadores notava-se algum riso pela insolita e subita queda de agua que se abateu durante 30m nos barreiros e que provocou um autentico diluvio.

Com o campo a 100% impraticavel ha que dar os parabens aos 22 jogadores, todos eles mudaram toda a sua técnica e lá se iniciaram no "Futebol de praia".Estranho????Não, a bola prendia constantemente na relva, então os jogadores começaram a jogar como se estivessem na areia.Foi engraçado, pq ninguem fazia passes curtos, era ve-los a fazer o 31, picar bolas para poder avançar e rematar Coast to Coast na esperança que uma bola presa na entrada da area sobrasse para um ponta de lança.

As forças equilibraram-se e o Tirsense registou 2 remates a baliza Maritimista, ao contrário do 1 tempo em que não rematarm uma unica vez.

OS guarda-redes em panico com o que se passava, ora jogavam entre postes, ora jogavam à entrada da area com medo das tais terriveis bolas presas à entrada do rectangulo.

O Tirsense ganhou essa batalha, e adaptou-se melhor à situação do terreno e da chuva.

Aos 90m de jogo, e na sequencia de uma falta que não existiu, o Tirsense na marcação do livre que sansionou a tal falta inexistente marcou um golo por intermédio de Silvio que foi anulado por Augusto Duarte por falta sobre Mitchell.

Aos 93m de jogo, uma jogada pela lateral esquerda deu a Wenio o golo final do encontro, um bonito golo de cabeça a passe de Briguel.

As equipas foram para os balnearios, o publico foi embora e S.Pedro tambem, 2m depois de terminar o encontro terminou a chuva intensa.

Os Adeptos:
Autenticos herois, acreditem, ir ao futebol num dia destes era impensavel, as cerca de 4 mil pessoas que foram ao estadio, tiveram autorização da direcção para ocupar os lugares cativos que ficam sob a pala da bancada Central, ninguem apanhou chuva, pelo menos aqueles que assim o quiseram, porque, e agora tenho de de dar valor aqueles gajos.

Os Templários, claque da juventude Maritimista, colocou-se no antigo peão e, acreditem, gritaram, apoiaram e cantaram durante os 90m de chuva intensa.Penso que os miudos hoje não se levantam."É amor ao clube, se os jogadores apanham chuva nós tb podemos apanhar" disseram eles numa flash interview da RTP Madeira.

O pior do jogo:
Foi mesmo a chuva que tornou o campo impraticavel.

O melhor do jogo:
Algumas situações caricatas resultantes do estado do relvado, e a entrega dos jogadores de negro, parabens Tirsense, muita dignidade apesar da postura defensiva.

Melhor jogador do Maritimo:
Marcinho, mais uma vez ele fez magia com o campo alagado, excelente.

Pior jogador do Maritimo:
Youssouf, falhou 3 golos, 2 de baliza aberta e 1 face to face com o guarda-redes adversário.

Arbitragem:
Muito má em todos os sentidos.

Melhor jogador do Tirsense:
O coléctivo, tiveram uma boa atitude apesar da postura defensiva

Pior do Tirsense:
Américo Soares treinador, insistia em defender mesmo em desvantagem, não entendi essa atitude.


Conclusão:

Tivemos Taça, temporal e dignidade Tirsense, em noite diluviana os insluares cumpriram apenas os serviços minimos.

Força Maritimo, parabens Tirsense

ZZZZZZZZZZZZZZ....

18.000 Espectadores acorreram ao Estádio do Dragão, para supostamente verem um jogo de futebol, a contar para a Taça de Portugal, com festa, emoção e golos. Puro engano! Apenas houve uma pequenina festa da parte dos cerca de 4.000 adeptos do Marco, muitos deles igualmente torcedores do FCP. Entre esses adeptos dou os parabéns à claque dos TUFF BOYS, pois não se calaram um instante do 1º ao último segundo.

O jogo foi tão fraco que me escuso aqui de fazer qualquer comentário ao jogo, com excepção ao golo do nosso miúdo Ivanildo. Grande remate e grande golo, ainda na 1ª parte, após uma boa iniciativa de Ibson e Marek Cech no lado esquerdo do ataque portista.


Daí para a frente e até final, apenas destaco a sonolência do jogo por parte das duas equipas, mas essencialmente da do FCP, que nitidamente se limitou a ver o tempo passar... Para tudo isto eu e o meu amigo João tivemos de desembolsar 4 Euros, ou seja, assim é mesmo verdade que ir ao futebol está muito caro. Para dormir ficávamos em casa...!

Camacha - 0 Estoril- 1

Só vi os ultimos 20 minutos regulamentares e depois o prolongamento e na minha opinião a camacha foi superior ao Estoril e criou 3 ou 4 boas ocasiões de golo claro junto da baliza do estoril mas a velha máxima quem não marca sofre, e infelizmente foi o que sucedeu o estoril marcou em contra ataque e venceu o jogo...
Bem a camacha ainda empatou o jogo no prolongamento mas o fiscal de linha viu um fora de jogo e anulou o golo, paciência para o ano á mais taça de portugal.

quarta-feira, outubro 26, 2005

Imortal 7- 8 Nacional (apos g.p.)

Pelo que ouvi numa radio regional, o Nacional desperdiçou oportunidades incriveis por Chilikov (que ainda teve 2 golos anulados)e André Pinto e depois deixou que o Imortal chegasse perigosamente à baliza nacionalista, acabando por empatar e ainda causar calafrios no prolongamento, onde ao que parece , ambas as equipas desperdiçaram e muito oportunidades para a vantagem. Nos penaltys, o Imortal esteve à beirinha de vencer por duas vezes, mas em ambas Hilario a provar que no Nacional não existe diferenças em relação à qualidade, entre os guarda-redes.Tanto Diego, como Belman , como Hilario são excelentes e este ultimo provou isso ao defender uma terceira penalidade, o que daria a vitoria aos madeirenses. Parabens ao Imortal pela bela replica dada!!Não é por acaso que são o melhor ataque de todos os campeonatos em Portugal. Venha agora uma equipa forte e na Choupana.Damo-nos melhor contra elas.

SCBraga 1-0 UD Leiria: Demorou mas chegou...

O SCBraga está na V Eliminatória da Taça de Portugal 2005-06, depois de bater a UD Leiria por 1-0, num jogo dificil e que só no prolongamente viu justiça ser feita, através de um golo de Davide.A nossa equipa dominou sempre os acontecimentos, mas não foi muito fácil ultrapassar a UD Leiria, que muito recuada e com uma pressão concentrada não deixava o SCBraga explanar o seu futebol.

A partir da meia-hora de jogo as coisas ainda se complicaram mais para o SCBraga chegar à baliza adversária, visto que a UD Leiria ficou reduzida a 10 unidades, depois de Fábio Felício ter sido expulso, e retraíram-se ainda mais na sua defensiva. Jaime Jr. foi o primeiro a criar um verdadeiro lance de perigo ainda no primeiro tempo, com um remate de longe. Na frente de ataque realça-se mais uma exibição de muita garra de Maxi e a entrada e João Tomás, decorria o minuto 35 do primeiro tempo, a render Abel, o que deu maior poder de fogo aos bracarenses.

Nos primeiros minutos do segundo tempo, houve um lance que acordou desde logo o público bracarense. Um remate espectacular de Jaime Jr., com a bola a embater violentamente na parte lateral do poste direito da baliza leiriense e por muito azar a não fazer abanar as redes. Foi o primeiro grande sinal do segundo tempo.

Jesualdo Ferreira, na primeira parte teve de substituir Cândido Costa que sofreu um toque, entrando para o seu lugar Davide, e este foi o jogador que apontou o golo da vitória. Uma jogada de ataque onde os bracarenses entraram com tudo na área leirienese, Davide recebe a bola no canto superior direito da àrea e atira para o fundo da baliza.

Foi uma grande festa no Estádio Municipal, há já largos minutos ansiada er merecida pelos jogadores e público presente.Até ao final muitas oportunidades, mas nem a sorte e talvez alguma frescura física deixaram que o resultado se ampliasse.

Este foi um jogo desgastante e por isso o aspecto mental será muito importante no próximo encontro. Os bracarenses têm de comparecer em força no jogo da próxima segunda-feira, diante o CF Belenenses.

Jesualdo Ferreira na conferência de imprensa após o jogo disse que: “esta equipa merece um estádio cheio”!.

VAMOS TODOS ENCHER O MUNICIPAL

Scbraga.com

Estrela em frente na taça apesar de ter entrado um texugo em campo

Mais uma jornada de Taça, desta feita a primeira eliminatória em que entra o Estrela Amadora.
O adversário não era nada por ai além como se previa, União Micaelense dos Açores e que joga na Segunda Divisão Nacional Serie D.
Toni, para este jogo e como eu previa, apresentou uma equipa maioritáriamente de suplentes, que bem podiam jogar na Segunda Divisão porque sinceramente a qualidade da maior parte dos intervenientes deixa muito a desejar.
Mas a grande novidade foi inclusão de um texugo no meio de 10 jogadores que pouco mais serão que suplentes esquecidos esta época. E não era um texugo qualquer, era argentino e de nome Maxi Estevez. Um texugo de metro e meio (isto em exagero para mais) e prai com "200 quilos" a mais, para um jogador de futebol que não seja do Inatel.
O jogo começa com os 10+1 que constituia este Estrela inicial a atacar causando pouco perigo para não dizer nenhum na baliza dos açorianos. Á passagem do minuto 13 um livre directo para os visitantes obrigou o guarda-redes Paulo Lopes a uma defesa ao angulo superior esquerdo desviando para canto a bola, que depois de bater na barreira, levava selo de golo.
Mas não dava para mais, nenhuma destas equipas fazia ou sabia mais e o jogo corria muito lento e mal jogado e sem perigo nenhum,
A meio da primeira parte tenho de confessar que comecei a jogar o pacman que tenho instalado no telemovel para não me deixar dormir.
O tempo ía andando e no campo as coisas também andavam em vez de correrem, às tantas e marcava o relogio 47 minutos, um defesa "negro" perde a bola a meio do seu meio campo e o texugo argentino do Estrela consegue pegar na bola, dominá-la sem cair, e correr com ela sozinho até à entrada da area visitante onde rematou de forma tão estranha e atabalhoada que metade das pessoas gritou golo e a outra metade chamou-lhe nomes porque pensou que ele tinha falhado um golo fácil só com guarda-redes pela frente.
A bola foi a meio-campo e o árbitro decidiu que a primeira parte ficava por ali.
Para a segunda parte algo tinha que mudar, porque embora a maioria das pessoas tenha acordaddo com o golo, a outra metade continuava a dormir.
E para alegria dos adeptos Toni presenteou-nos com a entrada de Semedo e Rui Duarte, para os lugares de Igor Souza e Gaucho duas nódoas bem negras, e o jogo transformou-se para melhor mesmo mantendo o texugo argentino em campo.
Logo ali começou a aperceber-se que não se ficaria pelo 1-0 e numa das muitas jogadas de ataque em que o Estrela massacrou o União logo de entrada, principalmente por Semedo, e apenas com 10 minutos num canto Amoreirinha ao segundo poste faz o 2-0.
Os ataques surgiam em catadupa e muito por culpa de Semedo, que parecia que não ia ter um jogo importante para o campeonato no Domingo e corria desenfreadamente causando muito perigo na defensiva açoriana. Num desses rasgos pela extrema esquerda (isto parece uma cena politica mas não é) cruza rasteiro para a área onde o texugo semi-isolado rematou de primeira na perna de um defesa, o unico que com ele estava na área, levando a que o defesa, sem culpa, chutasse para canto. O promenor foi o pequeno mamífero-argentino ter ficado ligeiramente lesionado mas podendo dar o contributo sem entrar sequer a equipa médica.
Passados mais alguns minutos é a vez do proprio texugo num lance "genial", dentro da area e com posse de bola, com mais 3 colegas para além dele e muito melhor colocados, para apenas dois defesas contrarios, não ter dado a bola a ninguém e rematar contra a perna de um contrário e lesionar-se mas desta vez com entrada de equipa médica e maca!!!
Pensou-se que não entraria mais mas passados 5 ou 7 minutos entrou novamente para gáudio do publico.
O jogo estava a acabar e numa jogada de ataque os açorianos muito perto do fim quase conseguiam o tento de honra mas ficaram-se pelo quase e o jogo acabou com 2-0 para a equipa tricolor.

Ps: Os intervalos no Estádio José Gomes parecem uma discoteca devido á musica que nesse momento é passada, e é sempre a bombar.

Gripe das Aves atingiu o Belenenses

O Belenenses foi eliminado da taça de Portugal pelo Desportivo das Aves, por 1-0. Não há muito a dizer, é a 5ª derrota consecutiva da equipa da Cruz de Cristo e penso que é a altura certa para o treinador do Belenenses (Carlos Carvalhal) deixar o seu lugar à disposição. Eu não queria que o Carvalhal abandonasse o clube, mas como todos podem observar, ele não tem condições para permanecer… Veremos o desenlace desta questão durante a semana.
Só gostaria de saber o porquê desta onda negativa de resultados…

Futebol Virtual - O Rei

"VIVA O REI!!! VIVA O REI!!!" - gritou o povo ao abrir as lojas de informática e afins no dia de lançamento do Pro Evolution Soccer 5. Gritou e com razão, pois actualmente este é sem dúvida o melhor simulador de futebol para qualquer consola. E venha quem vier...

A saga PES/WE tem já uma longa história que fica para outra ocasião mas só pelo número do jogo, adivinha-se a evolução que este tem tido pois só na sua versão japonesa vai na 10º versão sem contar com as edições especiais Junior League. A sua mais recente versão, Pro Evolution Soccer 5/Winning Eleven 9 é considerada por todas as revistas da especialidade, e ainda mais importante por grande parte dos gamers o melhor simulador de futebol da actualidade.

PES 5 destaca-se de todos os outros por um simples mas importantíssimo factor: o realismo. Pois é, quem espera ter um jogo espectacular cheio de fintas desde uma baliza à outra, remates de bicicleta como quem come batata frita de pacote com sabores, abraços e beijos entre os jogadores esqueça PES. Para conseguir tais coisas será preciso jogar humano contra humano e serem ambos os campeões mundiais da coisa... e ainda assim descofio que consigam.

PES é o mais próximo de um jogo na realidade ou seja, tem faltas, muitas faltas durante um jogo, quer seja de carrinho que normalmente corresponde a cartão, quer seja de simples disputas de bola, ou encontrões entre jogadores adversários ou da mesma equipa, etc., etc. tal como na realidade. Nos remates livres não temos miras com efeitos e coisas assim. Temos simplesmente a baliza, abola, a barreira e o jogador. Depois é ter jeitinho com as teclas. Podemos até optar por colocar um colega de equipa para jogadas estudadas em que o jogador que está mais perto da bola remata após o primeiro simular, etc.

Os guarda-redes não são super-máquinas mas também não são franguistas e podem inclusive ser expulsos ou lesionarem-se.
Relativamente a algo que atrai muitos jogadores, as fintas, em PES elas existem mas são dificeis de conseguir fazer e continuar com a bola pois a IA do computador especialmente na defesa é algo nunca visto. Não é perfeita porque levam golos mas é perto de perfeito. No entanto existem várias fintas. A do Cristiano Ronaldo, a do Zidane, a do Ronaldinho Gaúcho, a do Robinho e a do Garrincha são algumas. Uma coisa é certa: apesar de serem dificeis de fazer quando acerta é algo que nos deixa o ego nos píncaros.

No que diz respeito aos gráficos, não são tão perfeitos como os do FIFA nomeadamente em relação ao movimento dos jogadores. Enquanto em FIFA os jogadores têm movimentos fluídos em PES nas animações e apenas nestas os jogadores são um pouco "robôs" a andar. Relativamente à face dos jogadores, estas estão excelentes principalmente para as vedetas.
O aspecto mais fraquinho do jogo é mesmo o som. Ao fim de algum tempo os comentários tornam-se repetitivos e o público ainda não é nada de especial mas comparada com a versão anterior já se notam melhorias nomeadamente na introdução de cânticos de claques.

Podemos contar com vários campeonatos licenciados tais como Itália, Holanda, Espanha e algumas equipas inglesas e outras estrangeiras. Gradualmente a Konami tem vindo a conseguir mais licenças melhorando assim o jogo pois para quem conhece há mais tempo sabe muito bem que não haviam equipas nem jogadores com nomes certos. Das equipas portuguesas apenas o F.C.Porto está licenciado e depois temos o grande Schenica e o Sportiva, respectivamente Benfica e Sporting.

As opções de edição no entanto são enormes e com um pouco de paixão e paciência consegue-se fazer os equipamentos das equipas portuguesas e o símbolo do clube (este com um pouco mais de trabalho mas consegui para o benfica e o marítimo é ficaram muito bons). Podemos editar as botas podendo fazer um número imenso de combinações. É possível também editar a face dos jogadores, altura, meias altas, baixas, curtas, elastico nos pulsos, elastico cabeça, mascara facial, centenas de cabelos diferentes, celebrações de golos diferentes, tipos de corrida diferente, marcações de livres características (incluindo a longa corrida do Roberto Carlos), etc, etc, etc.
Em modos de jogo temos exibition match, Master League, Cup, Season e Go for 2006!. O primeiro toda a gente sabe o que é, e para quem não sabe é um simples jogo de um contra um. A Master League é que é a desgraça de muitos pois consiste em controlar um clube começando com uma data de jogadores já perto da reforma e muito maus e levar a equipa ao número 1 do ranking Master League tendo para isso de subir de divisão e depois ganhar taças. Entretanto poderemos contratar jogadores se eles acharem que o nosso clube merece a sua presença, treinar os jogadores antes de cada jogo para melhorar (ou piorar) a sua forma física, melhorar as características dos jogadores no final de época com treinos especificos (género pista de obstaculos, marcação de livres, jogo do "ratinho", etc.). Este é por excelência o melhor modo de jogo. A cup é um torneio em formato de taça e a season consiste em jogar um campenato dos existentes com uma equipa das actuais.
Para terminar e porque isto já vai longo PES5/WE9 é tudo o que um jogo de futebol deve ser pois é o mais realista no mercado. Quem vê um jogo na realidade e joga PES5 identifica muitas semelhanças. Um "Must" para quem gosta de futebol e consolas.

P.S. - Alguma dúvida é só perguntar pois o jogo é tão extenso e bom que posso ter-me esquecido de falar nalguma característica)

Calendário da 2ª Divisão serie A

Olá e saudações a todos os participantes do futebol de ataque, pois esta é a minha primeira menssagem. Muitissimo obrigado por me terem aceite no blog.
Queria falar na minha primeira intervenção sobre o mau calendário da 2ª Divisão ( antiga 2ª B) pois no inicio de epoca as equipas da 2ª divisão nem sabiam em que serie iam jogar, depois de escolhidas as series, demorou uma eternidade a serem feitos os sorteios, e como se não bastasse fizeram o sorteio sem saber os nomes de todas as equipas que iam participar na serie nomeadamente a serie A que é a que eu aconpanho mais de perto.
O resultado destes atrasos e confusões foi que as equipas apesar de estarem numa serie aos pares, folgam 2 equipas por semana e agora estão duas semanas sem competir, logo a qualidade dos jogos tende cada vez mais a diminuir visto que as pessoas que organizaram este campeonato andaram a brincar com a reformulação dos campeonatos e agora temos um campeonato desorganizado que nem parece que estamos em portugal e que a nossa selecção vai ao mundial na Alemanha.
Os responsáveis da federação deviam no futuro ter mais atenção na organização dos campeonatos pra Portugal não ser alvo da sátira dos outros paises.

Brutalidade...

Ultimamente têm-se falado imenso em "entradas" perigosas, ou não, inadvertidamente ou com maldade, dignas ou não de sumaríssimos, sumários ou ordinários...
Olhando às regras do futebol, existe diferença entre uma entrada intencional ou não. A primeira chama-se comportamento violento e a segunda brutalidade. Falando da segunda, brutalidade acontece quando, no calor de uma jogada (e por isso presume-se inadvertidamente), um jogador atenta gravemente contra a integridade física de um adversário. Difere de comportamento violento porque este carece de intencionalidade mas, é de obrigatório cartão vermelho directo porque são situações que podem terminar carreiras. Estes lances acontecem frequentemente porque, como é óbvio, é quase sempre difícil discernir a intenção de um jogador mas, os árbitros têm mostrado pudor em dar ordem de expulsão nestas situações o que faz com que continuemos a assistir a "entradas" que nos arrepia a espinha!
Não irei dar exemplos para não acicatar clubismo mas, se formos verdadeiros conseguimos ver para além das cores e reconhecer que isto é mau para o futebol...

Rubrica Estádios Atacantes

Semanalmente no Futebol de Ataque iremos falar de um estádio, quer seja português quer seja estrangeiro. Falaremos do estádio e da sua história, seja ela boa ou má. Esta semana daremos o pontapé de saida com Old Trafford, o mítico estádio do Manchester United.

O Teatro dos Sonhos - Estádio Old Trafford

Quando se entra no Teatro dos Sonhos, (assim apelidado por Sir Bobby Charlton) não se entra em qualquer estádio, por ali passam as paixões de milhões de fãs de todo o mundo em 90 anos. Fundado em 1910 todos as alegrias do United estão ali presentes, todas as jogadas maravilhosas de Sir Bobby Charlton, todos os momentos mágicos de George Best, todas as explosões de Bryan Robson, todas as triunfos de Eric Cantona, todos os passes mágicos de David Beckham toda a força de Roy Keane e todas as arrancadas de Ryan Giggs, todos os golos de Ruud Van Niestelrooy estão todos presentes neste Teatro dos Sonhos. Neste relvado de Old Trafford passaram várias gerações desde os Busby Babes até aos Fergie Babes, e em todos estes anos o clube foi ganhando o estatuto que hoje tem em todo mundo, o estatuto de mais rico, mais ambicioso, mais poderoso e melhor clube em todo o mundo. Old Trafford, estará para sempre ligado ao Manchester United, mesmo depois do bombardeamento Alemão durante a Segunda Guerra Mundial ficando parcialmente destruído, o que obrigou o clube a jogar no campo do seu rival Manchester City, mas renasceu das cinzas e trouxe consigo a glória maravilhosa deste clube do Norte de Inglaterra.

Desde Maio de 1989 que tem a capacidade de 56.000 espectadores, as bancadas são todas cobertas com placa de vidro expressamente fabricada para Old Trafford, o campo é um dos melhores campos Ingleses com uma vasta gama de recursos ao nível de escoamento de água, balneários de luxo, banco dos suplentes aquecido e segurança. Em 1996 recebeu melhorias para o Europeu de futebol em 2000 e foi ampliado para 67.500 lugares com a construção da nova bancada Leste, fazendo dele o segundo maior estádio em Inglaterra só batido pelo famoso Wembley.

Com quatro parques de estacionamento grátis no dia dos jogos, três lojas oficiais com artigos exclusivos do clube, dois fabulosos hotéis de cinco estrelas, um restaurante panorâmico sobre a cidade de Manchester e sobre o campo, um super museu com todos os troféus do clube, um vistoso café que transmite o canal do clube, um campo de treinos com instalações modernas e funcionais com duas bancadas laterais onde jogam habitualmente as camadas mais jovens com menos de 15 anos e a equipa feminina do clube, instalações de alto nível para visionamento de vídeos, um centro de administração, uma central de comando do próprio canal televisivo Manchester United TV bem como estúdios para gravação e transmissão de eventos desportivos para todo mundo, uma catedral para casamentos e baptizados, uma estação de rádio local, uma super avenida Sir Matt Busby Way de acesso o estádio, camarotes presidenciais e um sistema de vigilância super sofisticado, tudo isto e muito mais faz de Old Trafford um dos mais belos e míticos estádios do mundo.

No teatro dos sonhos podemos também ver o relógio parado na data e hora do desastre de Munique, onde o avião que transportava a equipa se despenhou sem deixar sobreviventes, toda a equipa do United teve que ser reconstruída do zero.

O clube em 2004 começou a efectuar um estudo de impacto para preparar a expansão do estádio para os 75.000 lugares sentados. De início pensou-se construir um novo estádio no mesmo local que Old Trafford está construído mas, o plano foi abortado por falta de espaço para a expansão. Recorde-se que o estádio de um lado está rodeado pela grande avenida Sir Mattew Busby Way e ainda tem a estação de caminhos-de-ferro adjacente. Foi assim necessário repensar o impacto de um novo estádio e projectar-se outro estudo, desta vez de ampliação do existente. O projecto está em estudo até final de 2004 para depois ser aprovado por investidores, accionistas e associados. Com a expansão do Teatro dos Sonhos, o nosso clube ficará com o segundo maior estádio do país com 75.000 lugares sentados, só batido pelo novo estádio de Wembley em Londres que albergará 80.000 espectadores.

A nova bancada será inaugurada em Abril de 2005, acrescentando mais 7.000 lugares aos existentes.

Apesar de muito resumida para não transformar este post numa leitura difícil, está aqui resumida toda a história e infra-estrutura do teatro dos sonhos.

Para a semana atacaremos outro estádio.